Dor nas costas na gravidez: como surge e como prevenir

A dor nas costas na gravidez pode ter várias origens, no entanto destacam-se os fatores mecânicos e hormonais. Pode surgir no primeiro trimestre, não sendo o mais comum.

Dor nas costas na gravidez: como surge e como prevenir
Durante a gravidez estima-se que cerca de 50% a 80% das mulheres sentem algum tipo de dor nas costas.

A dor nas costas na gravidez é um problema muito comum, nesta que é uma das fases mais importantes da vida de uma mulher.

Mas apesar da sua frequência elevada, a dor nas costas na gravidez não deve ser aceite como parte integrante desta fase da vida. De forma a tornar a sua gravidez o mais agradável possível e facilitar o momento do parto, a dor nas costas deverá ser abordada o mais rapidamente possível e gerida ao longo da gravidez.

Dor nas costas na gravidez: causas


dor nas costas na gravidez causas

A dor nas costas na gravidez pode ser causada por vários fatores relacionados com as mudanças que ocorrem naturalmente no seu corpo durante este período, incluindo:

Novidades Vertbaudet
Aproveite os melhores preços em roupas para pré-mamãs, bebés e crianças, brinquedos, puericultura e muito mais! Espreite já esta oportunidade.

  • Alterações do peso e do centro de gravidade
  • Desequilíbrios musculares e fadiga
  • Alterações hormonais

Alteração do peso e do centro de gravidade

O aumento de peso na gravidez pode aumentar, significativamente, as forças de pressão sobre as articulações. Consequentemente, isso leva a desconforto nas articulações saudáveis e aumenta o dano nas articulações previamente instáveis.

Secundariamente a este aumento de peso na parte anterior do corpo, naturalmente a grávida terá tendência a inclinar-se para a frente. Mas para contrabalançar a força que o útero em crescimento exerce para a frente e manter o equilíbrio, a coluna ajusta-se à mudança de peso e do centro de gravidade. Dessa forma, a grávida irá pender ligeiramente para trás e ocorre, geralmente, o aumento das curvaturas naturais da coluna – especialmente da curvatura em lordose da coluna lombar.

Desequilíbrios musculares e fadiga

As alterações posturais que ocorrem para que seja possível manter o equilíbrio estão associadas a um excesso de esforço da musculatura das costas, o que leva ao aparecimento de tensão e fadiga muscular.

Por sua vez a tensão e a fadiga poderão contribuir para a manutenção de uma postura mais fraca e, consequentemente, mais dor nas costas.

Os músculos abdominais também são muito importantes na manutenção da saúde da coluna vertebral. Mas estes músculos, e uma vez mais para permitir a expansão do útero, alongam e enfraquecem o que poderá igualmente colaborar para a dor nas costas na gravidez.

Alterações hormonais

Para preparar o corpo da mulher para o momento do parto, o organismo segrega uma hormona – a relaxina – responsável por promover o aumento da elasticidade dos ligamentos e, assim, tornar as articulações mais maleáveis.

Este afrouxamento permite que as articulações se tornem mais flexíveis, mas também pode causar dor nas costas se as articulações se tornam móveis em demasia. Esta alteração poderá explicar também a dor nas costas que ocorre no primeiro trimestre da gravidez, quando as alterações posturais não são ainda evidentes.

Dor nas costas na gravidez: como prevenir e aliviar


dor nas costas na gravidez e tratamento

  • Deverá evitar levantar objetos pesados. Se necessitar de o fazer dobre sempre as pernas ao levantar o objeto para evitar sobrecarregar a coluna;
  • Quando está de pé evite ficar apenas sobre uma perna. Evite também ficar de pé por longos períodos de tempo;
  • Os sapatos de salto muito alto favorecem o aumento da lordose da lombar, que já se encontra aumentada neste período, por isso deverá evitar usá-los;
  • Evite sentar-se de pernas cruzadas pois esta posição acentua a assimetria do corpo, o que favorece os desequilíbrios musculares;
  • Use e abuse das almofadas para encontrar a posição mais confortável para si.
  • Faça massagens regularmente para evitar a acumulação da tensão muscular;
  • Exercite-se regularmente com a orientação de um profissional de saúde com formação na área, de forma a definir os exercícios mais adequados para si e para a fase da gravidez em que se encontra. O pilates clínico é uma prática amplamente aceite entre as grávidas, pois ao promover uma melhor postura alivia a dor nas costas na gravidez.

Novidades Vertbaudet: roupinhas pré-mamã, bebé e criança aos melhores preços. Veja tudo aqui!

Veja também:

Ler mais
Ana Vicente Ana Vicente

Ana Vicente é fisioterapeuta, instrutora de pilates clínico e pós graduada em terapia assistida por animais no papel. Na realidade é apaixonada por pessoas, animais, palavras e pelas maravilhas da natureza. Motivada a deixar uma marca positiva no seu mundo e no dos outros, compromete-se a contribuir para o conhecimento e bem-estar das pessoas.