Dieta paleo: hábitos antigos na atualidade

A dieta paleo faz uma clara distinção entre os alimentos permitidos e não permitidos. O objetivo é fazer uma alimentação do mesmo modo que há 10 mil anos.

Dieta paleo: hábitos antigos na atualidade
O estilo de vida que traz os hábitos do paleolítico para a mesa.

A dieta paleo baseia-se na alimentação que os nossos antepassados praticavam no Paleolítico. Consiste em consumir os alimentos básicos que existiam antigamente: carne e peixe, frutas e legumes frescos e evitar todos aqueles que passam por qualquer tipo de processamento.

Para muitos não é considerada apenas uma dieta, mas sim um estilo de vida cujos princípios são simples e fáceis de entender.

O que é a dieta paleo?


dieta paleo e alimentos frescos

Os estilos de vida modificaram drasticamente desde os nossos antepassados. Com essas mudanças surgiu o aparecimento de problemas de saúde relacionados com a má alimentação e a escolha de alimentos com propriedades menos saudáveis.

Calcule o seu IMC
Descubra o seu peso ideal e como atingir o seu objetivo! Calcular já.

A dieta paleo surgiu precisamente da necessidade de voltar a valorizar os alimentos que existem sem terem que passar por qualquer tipo de processamento e que sejam livres de conservantes, aromatizantes ou aditivos.

Uma das grandes diferenças da dieta paleo, além dos alimentos permitidos, é também a vida útil dos mesmos.  Atualmente verifica-se a existência de prazos de validade bem longos, enquanto que no paleolítico os alimentos eram obtidos e consumidos com brevidade.

O autor desta famosa dieta, Loren Cordain, desenvolveu uma teoria onde pressupõe que o nosso organismo pouco ou nada se alterou desde o paleolítico e por isso é que as escolhas alimentares dessa época farão sentido agora também. O objetivo é reverter a tendência da obesidade que cada vez mais se verifica a nível mundial.

Princípios da dieta paleo


Fonte de proteína

alimentos como fonte de proteina

Alguns dos principais alimentos permitidos na dieta paleo são a carne, peixe e principalmente os ovos, e por isso a ingestão de proteína é bastante generosa.

A ingestão de bastante quantidade de proteínas não tem que ser necessariamente um ponto negativo, pelo contrário. Como o seu efeito termogénico é superior às gorduras e hidratos de carbono, o metabolismo sofre um aumento o que ajuda em processos de emagrecimento. Fora da lista de fontes proteicas ficam os laticínios, também fornecedores de proteína.

Queijo, leite e iogurtes são alguns exemplos daquilo que não se deve consumir, caso esteja a praticar um estilo de vida paleo. No entanto, alguns seguidores incluem laticínios no plano alimentar, mas de forma muito regrada e ocasional.

Apenas hidratos de carbono de baixo índice glicémico

abacate em fundo branco

Apenas são permitidos alimentos fornecedores de hidratos de carbono que têm um índice glicémico baixo, ou seja, aquelas que provocam aumentos lentos de açúcar no sangue.

As principais fontes de hidratos de carbono permitidas nesta dieta são as frutas e os vegetais frescos, que podem ser consumidos à vontade. No entanto, se pretende emagrecer, o consumo de frutas não deve ser em exagero, privilegiando as frutas com baixo teor de frutose, como maracujás, abacate, framboesas e ameixas. Algumas raízes e tubérculos são permitidos, contudo, a batata não faz parte da lista e a batata-doce deve ser consumida com moderação.

Todos os grãos, cereais e leguminosas em geral (arroz, ervilha, cevada, aveia, vagem, amendoim, feijão, lentilha, entre outros) não são permitidos neste estilo de vida.

Gorduras saudáveis

cortar nozes

Um plano paleo também permite uma grande variedade de frutos secos e sementes. Embora muitas pessoas possam achar que são alimentos muito gordurosos, a verdade é que são uma boa fonte de gorduras saudáveis. Mas não nos podemos esquecer que ainda assim são fontes de gordura e por isso o consumo deve ser equilibrado. A quantidade de oleaginosas a ingerir diariamente deve ser 30 gramas.

Entre os frutos secos e sementes permitidas encontram-se as amêndoas, castanha de caju, avelãs, nozes, castanha do para, semente de abóbora, entre outros.

Na dieta paleo não se pode consumir amendoim ou qualquer alimento derivado do mesmo, como a manteiga de amendoim. Também existe a preocupação sobre a ingestão de óleos cujas gorduras são saudáveis,de modo a que o corpo possa se beneficiar de seu valor nutritivo. Alguns óleos que você pode utilizar são: o azeite, óleo de coco ou óleo de abacate.

Porque deve escolher a dieta paleo?


mulher a medir a cintura

Entre inúmeros benefícios que poderíamos escolher, estes que indicamos de seguida, são sem dúvida os mais importantes.

  • É rica em fibras, proteínas, vitaminas, ácidos gordos e antioxidantes.
  • Reduz o risco de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e doenças degenerativas crónicas que afetam as pessoas no mundo ocidental.
  • Ajuda na perda de peso se estiver com peso a mais.
  • Melhora o desempenho desportivo.
  • Não necessita de uma contagem de calorias a cada refeição que faz.
  • Não precisa de comer de 3 em 3 horas, caso não seja uma pessoa habituada a essa prática.

Calcule o seu IMC, descubra o seu peso ideal e a melhor forma de atingir os seus objetivos!

Veja também:

Ler mais