Dieta IIFYM – “If It Fits Your Macros”

Dieta IIFYM – “If It Fits Your Macros”

Conheça a IIFYM, a dieta dos EUA que promete a perda de peso que anseia.

A IIFYM vem dos EUA e garante uma perda de massa gorda e manutenção da massa magra, ingerindo todo o tipo de alimentos. Venha descobrir como funciona! 

Cada vez mais é possível encontrar novas dietas e programas de perda de peso a surgirem por todo o mundo.

A IIFYM – “If It Fits Your Macros” vem dos Estados Unidos e foi criada por fisiculturistas e para a comunidade do fitness. Contudo, os criadores da IIFYM garantem que a dieta é aplicável a qualquer pessoa e que auxilia na perda de peso e melhoria da autoestima.

A dieta IIFYM centra-se na contabilização de macronutrientes: Proteína, Hidratos de Carbono e Gordura (e Fibra, que é contabilizada como extra). Esta defende que, desde que seja dentro da contabilização dos macronutrientes estipulada, é indiferente se ingere pescada cozida ou pizza.


Como funciona?


A IIFYM Macro Blueprint é o plano personalizado da dieta IIFYM e é desenhado especialmente para ir de encontro às necessidades de perda de peso de cada indivíduo. O plano é elaborado por um treinador certificado IIFYM.
Tudo para manter a forma
Tenha acesso às melhores dicas de nutrição! Receba já conteúdo exclusivo!

Não existem dois planos iguais, pois são baseados no tipo de corpo, níveis de atividade, história alimentar e objetivos pessoais de cada cliente. 

A equipa responsável pelo IIFYM relata que a maioria dos seus clientes perde, em média, 1,5 a 2 kgs na sua primeira semana, e depois mantém uma perda de 0,7 a 1,5 kg de massa gorda por semana.
 


Passos de construção da dieta

Os passos de construção da dieta são 3:
 
  1. São calculadas quantas calorias o organismo gasta num dia normal (TDEE).
  2. Subtrai-se 15 a 20% a esse valor.
  3. O valor final é dividido em gordura, proteína e hidratos de carbono (com um teor adequado de fibra e água), de forma a preservar a massa muscular, promover a perda de gordura e otimizar os níveis hormonais.



A quem é dirigida?


A dieta IIFYM foi criada e dirigida a fisiculturistas e desportistas de alta intensidade. Contudo, pode ser seguida por qualquer pessoa e funciona com homens, mulheres e adolescentes que querem diminuir o peso em áreas específicas do corpo ou que queiram construir e desenvolver massa muscular.

 

O que é que a dieta IIFYM oferece?



Macronutrientes calculados individualmente

Tendo em conta as informações fornecidas por cada indivíduo, os treinadores IIFYM criam o IIFYM Macro Blueprint, baseado nos objetivos de perda de gordura e construção muscular.
 
 


Exemplos de plano de refeições com os macronutrientes

Tendo em conta algumas dúvidas recorrentes sobre os alimentos que se podem ingerir na dieta IIFYM nem sempre sabe que alimentos deve ingerir. É por isso que a empresa acrescenta um exemplo de plano de refeições em todos os Macro Blueprint, para que seja possível ter uma ideia mais exata daquilo que é, em média, um dia na dieta IIFYM.
 
 


Ajuste e dicas do treino cardiovascular

Apesar de se tratar de uma dieta, o programa IIFYM disponibiliza dicas de treinos e ajustes para que todos os objetivos sejam atingidos.
 
 


Instruções do ciclo de Hidratos de Carbono

Com esta dieta, podem ser ingeridas as mesmas quantidade de macros, tanto nos dias de exercício, como nos de descanso.

Contudo, há muitas pessoas que gostam de adaptar o plano ao gasto diário. Tendo isto em conta, a IIFYM disponibiliza informação de como adaptar a quantidade de hidratos de carbono aos dias de exercício ou de descanso.



Prós e contras



Prós

  • Plano personalizado e calculado mediante as necessidades nutricionais e estilo de vida de cada indivíduo.
Na IIFYM não existem dois planos iguais e estes são calculados especificamente para cada indivíduo e para ir ao encontro à rotina diária de cada pessoa.
 
  • Flexibilidade a nível de horários das refeições e tipo de alimentos ingeridos.
Desde que se vá ao encontro dos macronutrientes que são atribuídos individualmente, é possível comer com a frequência que se desejar e os alimentos prediletos.
 


Contras

  • Não especificidade das diferentes sub-categorias dos macros.
É sabido que os hidratos de carbono, assim como as gorduras, não são todos iguais. 30g de hidratos de carbono fornecidas por 1 pão integral (hidratos de carbono complexos) são muito diferentes das mesmas 30g fornecidas por gelado de chocolate (açúcares).

Da mesma forma, a gordura proveniente do azeite ou do peixe gordo (polinsaturada) é totalmente diferente daquele que tem está contida numa fatia de pizza ou num croissant (saturada e trans).
 
  • Não promove hábitos alimentares saudáveis e equilibrados.
É um facto que a dieta provém dos EUA e que os hábitos alimentares do país exigem que a dieta seja mais liberal do que é em Portugal. Contudo, o facto de não haver o incentivo da ingestão do peixe e carne magra, da sopa e dos produtos hortícolas no prato, assim como a liberação de fast-food, faz com que a IIFYM não seja potenciadora da criação de hábitos alimentares equilibrados.
 
  • Liberalização de todo o tipo de alimentos vai afetar o dia-a-dia.
É certo que, desde que se cumpram as quantidades de macros fornecidos, é indiferente ingerir pescada cozida ou a pizza. Contudo, coloca-se a questão: A que custo?

Visto que os macros estão estabelecidos, é bem possível que a ingestão da pizza (por exemplo) o faça alcançar a cota diária de gordura ou hidratos de carbono, numa só refeição. Deste modo, para conseguir ingerir a pizza e respeitar os macros atribuídos, é muito possível que se passe o restante dia numa grande restrição alimentar.


Saiba as melhores dicas para ficar em forma !



Veja também: