5 Dicas para aliviar as cólicas do bebé

5 Dicas para aliviar as cólicas do bebé

Conheça as estratégias que aliviam o desconforto do bebé.

As cólicas do bebé são um dos principais pesadelos de todos os pais. Mantenha a calma, pois existem formas de ajudar a criança.

As cólicas do bebé são as grandes culpadas de uma das maiores preocupações e angústias dos recém-papás.

De repente, por volta da terceira semana de vida do bebé, quando tudo parece estar tranquilo e já se adaptaram à nova rotina, têm de enfrentar o choro persistente, inconsolável e sem razão aparente do seu rebento. 

As boas notícias são que a saúde do bebé não está em perigo e que esta situação é temporária. As cólicas afetam 25 a 30 por cento dos recém-nascidos. Surgem entre a terceira e a sexta semana de vida e costumam perturbar bebés e pais até aos quatro meses. 

Sinais típicos das cólicas

Tome nota:
A ligação que existe entre uma mãe e um filho é a mais poderosa! Receba já todas as dicas para si e o seu bebé.

Os seus sinais são facilmente identificáveis. O bebé chora de forma inconsolável, às vezes grita, agitando e encolhendo as pernas, enquanto mantém os punhos fechados e apresenta os músculos abdominais tensos e o rosto avermelhado, o que lhe causa um grande desconforto e mal-estar. 

Os episódios de choro podem ocorrer a qualquer hora do dia mas, por norma, agravam-se ao final do dia ou no início da noite, podendo ser ainda acompanhados de irritabilidade geral e emissão de gases intestinais.

Considera-se que o choro do bebé é causado por cólicas, quando o pequeno chora mais de três horas por dia, pelo menos três dias por semana e por mais de três semanas.



Porque aparecem?


As cólicas do bebé são um transtorno muito frequente de causa desconhecida, embora existam muitos fatores que possam estar implicados no seu aparecimento. Entre eles encontram-se os seguintes:

 
  • Um sistema digestivo ainda imaturo e “nervoso”;
     
  • A excessiva ingestão de ar, seja porque o bebé come muito depressa, não consegue agarrar bem o mamilo ao mamar ou porque chora intensivamente e engole ar no processo;
     
  • Alimentação excessiva;
     
  • Uma alergia à proteína do leite de vaca ou mudanças demasiado frequentes do tipo de leite que se dá à criança;
     
  • A ansiedade dos pais sentida pelo bebé.

Independentemente da possível origem, a consequência é sempre a mesma: um choro intenso e angustiante que ameaça levar os pais ao desespero.



5 Dicas para atenuar o desconforto do bebé



Estes episódios podem ser momentos difíceis e angustiantes para os pais que, para além de se sentirem exaustos devido a noites mal dormidas, também se sentem frustrados por não encontrarem formas eficazes de consolar e acalmar o seu bebé.

Mas não desespere. Existem algumas estratégias que os pais podem adotar para minimizar as cólicas do bebé e sobreviver a esta fase sem preocupações maiores:

 
  • Embalar o bebé ajuda a tranquilizar e traduz um momento de intimidade que faz cessar o choro;
     
  • Massajar a barriguinha do bebé e movimentar as suas pernas como se estivesse a pedalar ajuda a desbloquear eventuais gases intestinais;
     
  • Uma música calma ou relaxante, cantar uma canção ou um banho tépido pode ajudar a acalmar o bebé;
     
  • O movimento pode facilitar: uma cadeira de balanço ou um passeio no carrinho são, por vezes, uma forma de terminar com a agitação da criança;
     
  • O chá de camomila, funcho e erva-cidreira atenuam os incómodos causados pelas cólicas do bebé. Aconselhe-se junto do pediatra do seu filho.



Saiba que...


É claro que estas dicas podem nem sempre funcionar... Mas o mais importante é os pais encararem os episódios de cólicas com normalidade, controlando, por um lado, a sua ansiedade e nervosismo, e por outro lado, proporcionando ao bebé algumas medidas que ajudam a atenuar o seu desconforto.

 
Receba aqui mais dicas para si e para o seu bebé !
 

Veja também: