Diabetes mellitus: o que deve saber

Diabetes mellitus: o que deve saber

As diferenças entre os vários tipos de diabetes.

Estima-se que em 2025 a diabetes mellitus chegue a 380 milhões de pessoas. Saiba como prevenir a doença.

A diabetes mellitus é uma doença crónica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue e pela incapacidade do organismo a processar.

A glicose é essencial para o organismo, uma vez que, quando transformada em energia, é fundamental para o bom funcionamento dos órgãos e tecidos do corpo humano. 

Todavia, para que este processamento ocorra é necessária a intervenção da insulina, uma hormona que tem por função regular a glicemia, ou seja, os níveis de açúcar no sangue.

No entanto, por vezes, verifica-se uma produção insuficiente ou resistência à insulina, que interfere depois com a dita regulação e provocando, assim, níveis elevados de açúcar no sangue ou hiperglicemia. 
 

Como prevenir a diabetes mellitus?


Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!

Primeiro, considerando que mais de um milhão de portugueses sofre de diabetes e muitos nem sabem que a têm, importa entender a doença e, assim, evitar comportamentos de risco.

Depois, é fundamental adotar hábitos mais saudáveis, com um alimentação equilibrada e variada, ou seja, 
seguir as porções indicadas na Roda dos Alimentos, beber oito copos de água por dia, fazer exercício diário e controlar a sua saúde com visitas regulares ao médico. 

 

9 Fatores de risco da diabetes mellitus


A diabetes mellitus é uma doença silenciosa que resulta, essencialmente, de comportamentos menos saudáveis. Há alguns fatores de risco que podem resultar nesta patologia e dos quais deve fugir a todo o custo.
 
  • Obesidade
  • Consumo excessivo de açúcar 
  • Consumo excessivo de gordura 
  • Sedentarismo
  • História familiar
  • Herança genética
  • Idade
  • Stress
  • Alcoolismo
 

Quais são os tipos de diabetes mellitus?


Ao contrário do que possa imaginar, há vários tipos de diabetes diagnosticados, uns resultam da inexistência ou produção insuficiente de insulina, outros são uma consequência de doenças endocrinopatias, do pâncreas ou por defeitos nas células beta.
 
  • Diabetes Tipo 1
     
  • Diabetes Tipo 2
     
  • Diabetes Gestacional
     
  • Outros tipos de Diabetes:
     
    • Diabetes Tipo LADA
    • Diabetes tipo MODY 
    • Diabetes Secundário ao Aumento de Função das Glândulas Endócrinas
    • Diabetes Secundário a Doenças Pancreáticas 
    • Resistência Congênita ou Adquirida à Insulina
    • Diabetes Associado a Poliendocrinopatias Auto-Imunes
    • Diabetes Relacionados à Anormalidade da Insulina (Insulinopatias)
 


Principais diferenças entre os vários tipos de diabetes mellitus


Diabetes Tipo 1

Também conhecida como Diabetes Insulino-Dependente, é um tipo de diabetes mellitus mais raro que, na maioria dos casos, surge em criança ou jovem, no entanto, também pode aparecer na idade adulta. No caso da diabetes tipo 1, as células beta do pâncreas não produzem insulina.

Isto acontece porque o próprio sistema imunitário  ataca e destrói as suas células. Os doentes com diabetes tipo 1 precisam de tomar insulina toda a vida.
 


Diabetes Tipo 2

É o tipo de diabetes mais comum e resulta, na maioria das vezes, por comportamentos de risco como sedentarismo ou obesidade, porém, existe também uma predisposição genética, ou seja, se um familiar direto tiver diabetes, é possível que também tenha no futuro.

A diabetes tipo 2 surge porque existe défice ou resistência à insulina. O organismo vai tentando equilibrar esses valores, no entanto, a dada altura, os valores da glicose disparam. É possível controlar a doença seguindo uma alimentação variada e equilibrada, exercício físico diário e, quando necessária, medicação.
 


Diabetes Gestacional

A diabetes gestacional, como o próprio nome indica, acontece durante a gravidez, em mulheres que não tinham diabetes antes da gestação e, na maioria dos casos, desaparece no final da gravidez. Todavia, cerca de metade destas grávidas, se não tomarem medidas de prevenção, vão sofrer de diabetes tipo 2.
 


Outros tipos de diabetes

Os restantes tipos de diabetes que já referimos acima, são menos frequentes e resultam de doenças do pâncreas, endocrinopatias ou defeitos nas células beta.

 
 

Veja também: