Dengue: como se transmite e como prevenir

Com mais de um terço da população mundial a viver em áreas de risco de infecção, o vírus do dengue é uma das principais causas de morte em países tropicais.

Dengue: como se transmite e como prevenir
Conheça os sintomas e dicas úteis de prevenção.

O Dengue é uma doença provocada por um vírus introduzido no organismo humano pela picada de um mosquito (do género Aedes).

Ocorre em mais de 100 países, sobretudo com climas tropicais ou sub-tropicais, distribuindo-se de forma semelhante à malária, embora com preferência pelas zonas urbanas.

COMO SE TRANSMITE O DENGUE?


dengue transmissao

O Dengue não se transmite diretamente de pessoa a pessoa. Os mosquitos que transmitem a doença têm hábitos urbanos, vivendo dentro de casa, com preferência em locais sombrios e frescos – armários, debaixo das camas, por detrás das cortinas, nas casas de banho.

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

Os mosquitos picam sobretudo ao amanhecer e ao final da tarde, mas permanecem ativos durante todo o dia.

A picada é indolor, mas geralmente, causa comichão.

Após a picada existe um período, tipicamente de 4 a 7 dias (podendo variar entre os 3 e os 14 dias) antes do aparecimento dos sintomas.

QUAIS OS SINTOMAS DO DENGUE?


febre e dengue

Muitos dos infectados pela primeira vez desenvolvem formas ligeiras da doença ou nem sequer manifestam sintomas. No entanto, as re-infeções estão normalmente associadas a formas mais graves.

A doença pode assumir duas formas: o Dengue clássico (mais simples) e o Dengue hemorrágico (forma mais grave, que pode ser fatal).

Os principais sintomas do dengue são:

  • Febre (que dura 2 a 7 dias);
  • Dores de cabeça severas;
  • Dores oculares fortes;
  • Dores musculares, articulares e ósseas (o Dengue é também conhecido como a “febre quebra ossos”);
  • Manchas no corpo;
  • Manifestações de sangramento leves (ligeiras hemorragias no nariz e gengivas são frequentes);

No Dengue hemorrágico, mais grave, nos primeiros dias, os sintomas são semelhantes aos da forma clássica. Porém, quando a febre começa a baixar podem surgir hemorragias em vários órgãos e choque circulatório. Além disso, pode ocorrer ainda:

  • Dor abdominal intensa;
  • Vómitos persistentes;
  • Tonturas;
  • Dificuldades respiratórias;
  • Sangue nas fezes;
  • Pele pálida, fria e húmida.

Estes sinais e sintomas representam uma situação de emergência médica, devendo assim ser procurados cuidados especializados imediatos.

EM QUE CONSISTE O TRATAMENTO?


medicacao e dengue

Não existe um tratamento específico para a infecção pelo vírus do Dengue. A febre deve ser controlada com recurso à toma de paracetamol (Ben-u-ron), evitando a toma de ácido acetilsalicílico (Aspirina) e ibuprofeno (Brufen) pelo risco de desenvolvimento de complicações.

É, também, de extrema importância prevenir a desidratação, através da ingestão de muitos líquidos e evitar a todo o custo picadas de mosquito, especialmente enquanto febril.

Ao aparecimento dos primeiros sintomas deve ser procurada uma consulta médica.

PREVENÇÃO DO DENGUE


cama com rede mosquiteira

Devem ser tomadas medidas adicionais para prevenir a propagação da doença controlando os mosquitos (se o mosquito picar o doente pode transmitir o vírus a outra pessoa saudável).

Assim, são medidas preventivas:

  • Isolar a cama do doente com rede mosquiteira de cama;
  • Utilizar repelente de insetos na pele e na roupa;
  • Eliminar todos os mosquitos que possam estar ainda presentes na casa da pessoa infeCtada;
  • Esvaziar e limpar todos os reservatórios de água próximos;
  • Manter portas e janelas fechadas ou isoladas com rede;
  • Utilizar ar condicionado.

Não existe vacina disponível que seja eficaz contra o dengue.

7 DICAS QUE AJUDAM A ELIMINAR O MOSQUITO DA DENGUE


  1. Todos os objetos que possam acumular água (como copos de plástico, garrafas e respetivas rolhas, cascas de ovos), devem ser colocados num saco de plástico fechado e posteriormente no lixo;
  2. Os caixotes do lixo devem sempre ser mantidos sempre fechados;
  3. Os suportes de garrafões devem ser lavados entre cada troca de garrafões;
  4. A água das piscinas deve ser tratada com cloro;
  5. Os pneus devem ser guardados em local coberto e seco de forma a não acumular água;
  6. Deixar os vasos sanitários sempre com a tampa fechada;
  7. Cobrir os pratos das plantas com areia, em todas as plantas, dentro e fora de casa.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.