Como tratar a caspa

Como tratar a caspa

Saiba como evitar.

A caspa enfraquece os fios de cabelo o que pode resultar na diminuição do seu tempo de vida e queda precoce.

A caspa é resultado de uma irritação no couro cabeludo e é provocada por pequenas partículas que existem nos folículos capilares: as pityrosporum ovale.

Estas partículas existem de forma natural no organismo, porém, quando se multiplicam provocam inflamação e consequente descamação, ou seja, caspa.

 

O que é a caspa?


A cada catorze dias, as células do couro cabeludo renovam-se e são eliminadas na forma de escamas imperceptíveis, porém, se afetadas por determinadas fatores, esta renovação é acelerada e resulta em películas de células morta, ou seja, a caspa.

Esta separa-se em dois tipos, a seca e oleosa, que apresentam os seguintes sintomas:

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!

Sintomas caspa seca

A caspa seca é de cor branca, pequena, fica e cai sobre os ombros, como se fossem minúsculos flocos de neve. Pode provocar irritação e prurido.
 


Sintomas caspa oleosa

A caspa oleosa tem um tom amarelado, é maior e mais espessa do que a anterior e cola-se ao couro cabeludo e ao cabelo. Pode provocar irritação e prurido.

Quando a caspa é acompanhada de irritação ou prurido, é natural que mexa com mais frequência no cabelo para aliviar os sintomas, ora, esta ação só agrava a produção de caspa. Assim que notar qualquer um dos sintomas acima, deve contactar o seu médico ou farmacêutico para, o quanto antes, iniciar tratamento.

 

Quais são as causa da caspa?


Caspa
A caspa resulta de um fungo microscópico de nome malassezia. Este alimenta-se da gordura natural do couro cabeludo, consome-a o que resulta numa pele mais seca e em descamação. No entanto, esta descamação pode ser agravada por outros fatores, internos ou externos, nomeadamente:
 
  • Água cálcária
  • Alimentação desiquilibrada 
  • Brushings sucessivos
  • Desequilíbrio hormonal
  • Fadiga
  • Humidade
  • Poluição
  • Produtos agressivos
  • Psoríase
  • Seborreia
  • Stress



Outros locais onde pode ter caspa


A caspa não surge apenas no couro cabeludo, pode também aparecer nas orelhas, no rosto, na barba, nas pestanas e nas sobrancelha. Lembramos que, para tratar qualquer tipo de caspa, o ideal será sempre consultar o seu médico assistente ou dermatologista. 

Orelhas: evite banhos muito quentes e prefira produtos à base enxofre ou loções com corticosteroides.

Rosto: lave o rosto, diariamente, apenas com água e sabão. Produtos à base de álcool podem agravar o problema.

Barba: o ideal será barbear cm frequência uma vez que os pelos no rosto podem agravar os sintomas.

Sobrancelhas: lave, diariamente, as sobrancelhas com água e champô neutro. O frio, o stress e alimentos gordurosos podem agravar os sintomas.
 


Como tratar a caspa?


A caspa não é uma sentença para a vida e, com alguns cuidados diários, pode controlar a inflamação.  Para isso, os dermatologistas recomendam que sejam usados, de forma regular, um campô queratolítico e antifúngico (LHA™ queratolítico lipofílico, piroctona-olamina). No caso de caspa mais agressiva, pode ser necessário aplicar loções antifúngicas (cetoconazol, ciclopiroxolamine) ou tratamentos com corticóides para tratar a inflamação.

Para tratar a caspa, é importante opte por produtos adequados ao seu cabelo e que protejam e respeitem as características naturais do couro cabeludo e que cumpra o seguinte:
 
  • Evitar produtos e gestos agressivos que danifiquem o cabelo
  • Manter uma boa higiene 
  • Lavar o cabelo com frequência - a descamação agrava os sintomas, se preciso, lave todos os dias
  • Usar um champô adequado ao seu tipo de caspa
  • Ensaboar o cabelo duas vezes - deixar o champô atuar alguns minutos na segunda
  • Ter alimentação equilibrada

Em qualquer caso, se tem caspa persistente, que não consegue tratar com os habituais champôs anticaspa disponíveis nas grandes superfícies e farmácias, consulte um dermatologista. 


Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.

 

Veja também: