Como queimar gordura abdominal: factos importantes a saber

Quer saber como queimar gordura abdominal de forma eficiente? Chega de sessões intermináveis de abdominais e siga as dicas que lhe damos em seguida.

Como queimar gordura abdominal: factos importantes a saber
Perder gordura abdominal vai ficar agora mais fácil!

Quer perder a tão desejada gordura abdominal e insiste em continuar a fazer abdominais intermináveis na esperança de abater a camada de gordura que possui na barriga? Este artigo é para si.

Se quer saber como queimar gordura abdominal, precisa de saber mais do que apenas uma boa rotina de exercícios de abdominais. Para conseguir diminuir a insistente camada de gordura que protege os seus abdominais, vai necessitar de um conjunto de medidas que irão atuar em sinergia e assim fazer com que consiga atingir o seu objetivo: exibir os abdominais.

Treino cardiovascular, nutrição, treino de força, são todos componentes que vai ter de incorporar na sua rotina de treino.

Como queimar gordura abdominal: dicas imprescindíveis


1. Mais massa muscular

como queimar gordura de abdominal e ganho de massa muscular

O treino de força representa um pilar fundamental no que respeita a queimar gordura abdominal. E não falamos apenas de exercícios para abdominais, mas sim de exercícios que dêm ênfase a massas musculares grandes, principalmente exercícios compostos.

A vantagem em fazer este tipo de exercícios reside no facto de ao trabalhar massas musculares grandes com movimentos compostos, irá aumentar o seu metabolismo, facto que irá conduzir a um aumento do dispêndio energético pós-treino com consequente queima de massa gorda em descanso.

Quando falamos em massas musculares grandes, referimo-nos a pernas, peito, costas e ombros, com movimentos compostos a serem os agachamentos, supino plano, remada com barra e press de ombros, respetivamente.

Aumentando a massa muscular, e sendo este um tecido metabolicamente muito ativo, irá assegurar que os seus músculos queimem calorias, ao invés de a gordura se depositar como reserva.

Ao realizar exercício cardiovascular (principalmente de alta intensidade), irá também aumentar o seu metabolismo e assegurar que o mesmo fica ativo por um período alargado de horas, comparativamente a exercício cardiovascular de intensidade moderada e continua (steady state).

Um mito a desmistificar é o facto de haver a crença popular que irá queimar gordura na zona abdominal se realizar exercícios abdominais. Este mito não passa exatamente disso, não sendo possível escolher o local de onde se vai tirar a gordura. Ao realizar exercícios abdominais irá estar a trabalhá-los, mas não vai eliminar a camada adiposa que se encontra por cima, indo então isto ao encontro do que foi acima referido: treino de força, massas musculares grandes, exercícios compostos e treino cardiovascular, juntos irão queimar massa gorda (os seus genes é que irão determinar de onde vai sair essa gordura), resultando então no começo do surgimento dos músculos abdominais.

2. Enquadramento hormonal

testosterona

Sendo que pouco ou nada se pode fazer relativamente aos nossos genes, podemos sim controlar a nossa dieta e de certa maneira as nossas hormonas. A hormona mais importante para o desenvolvimento muscular é a testosterona, que é também responsável pela diminuição da massa gorda.

Por outro lado, os estrogénios estão associadas a características físicas e comportamentais que definem o género feminino, do cérebro à pele, passando pelos ossos e pela saúde vascular e sexual. São também responsáveis pela deposição de gordura pelo corpo (o que explica o porquê de as mulheres terem mais massa gorda que os homens).

Foque-se em aumentar naturalmente os níveis de testosterona através de rotinas de treino adequada. A forma mais natural de aumentar os níveis de hormonas anabólicas (nomeadamente a referida testosterona, responsável pelo aumento de massa muscular), é através de movimentos compostos que envolvam massas musculares grandes. Um treino de força é então, a melhor forma natural de aumentar os seus níveis de testosterona, mas é importante ressalvar que não é durante o treino propriamente dito que irá aumentar os níveis desta hormona, mas sim durante o descanso, dado que 70% da produção de testosterona dá-se enquanto dorme.

3. Nutrição

alimentacao equilibrada

Este é um ponto fundamental a ter em conta para saber como queimar gordura abdominal. Temos a famosa expressão “os abdominais são feitos na cozinha”, a qual não está muito longe da verdade. Contudo, a expressão mais adequada será “os abdominais são feitos no ginásio e revelados na cozinha” uma vez que sem a correta restrição calórica, os seus abdominais irão permanecer ocultos.

Assegure que ingere as quantidades adequadas de proteína, tentando assegurar que abastece o seu corpo com 20 a 30 gramas de proteína a cada refeição, para assegurar o correto aporte à sua massa muscular e aumentar o efeito térmico dos alimentos (responsável por cerca de 10% do gasto energético total ao longo do dia).

Tente ter uma noção do número de calorias que ingere diariamente, e desta média subtraia 300 calorias. Cortando ligeiramente no aporte calórico diário, juntando uma boa rotina de treino de força e apostando em atividades cardiovasculares (principalmente de alta intensidade), irá ver o seu objetivo mais perto.

Sendo este um artigo sobre como queimar gordura abdominal, não foi por acaso que não foi dada ênfase a exercícios abdominais. Estes são importantes no ganho de massa muscular local e no correto suporte da coluna e deverão ser incorporados na rotina de treino. Porém, não são os exercícios abdominais que irão fazer a diferença, mas sim os factos acima mencionados: treino de força e dieta.

Em suma


Ficou aqui com sugestões para saber como queimar gordura abdominal. Conjuge um bom plano de treino com exercícios compostos e massas musculares grandes, juntamente com um bom plano alimentar com uma reduzida restrição calórica e uma boa (e inteligente) rotina de exercícios cardiovasculares, e conseguirá atingir o seu objetivo.

Antes de iniciar uma rotina de treino ou instaurar um plano alimentar, consulte um profissional de saúde para que este o possa auxiliar no correto planeamento das variáveis abordadas previamente.

Veja também:

Francisco Torres Francisco Torres

Francisco Torres é Personal Trainer, e trabalha actualmente no ginásio Fitness Hut de Linda-a-Velha. Licenciado em Ciências do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana e Mestre em Gestão do Desporto pela mesma Universidade, possui diversas especializações nomeadamente em Populações especiais e Exercício físico na gravidez e pós-parto, bem como uma Pós-Graduação em Nutrição Desportiva.