Como começar a correr de forma segura

Se já tomou a decisão de aderir ao exercício da moda, convém fazê-lo sem correr riscos desnecessários. Descubra aqui como começar a correr em segurança.

Como começar a correr de forma segura
Antes de por o pé na estrada, leia atentamente as nossas sugestões.

Se decidiu começar a correr, parabéns: já deu um passo na direção certa! De facto, este é um dos exercícios que mais contribui tanto para a melhoria da sua qualidade de vida emocional e psicológica, como da sua condição física e de saúde. No entanto, existem alguns fatores a considerar antes de iniciar esta sua nova atividade.

Assumindo que mora numa cidade e vai começar a correr perto do seu local de residência, existem alguns cuidados específicos que terá de ter em conta. Correr no coração de uma metrópole não é igual a correr  num trilho específico ou numa vizinhança mais calma e isolada, uma vez que existem alguns perigos que se torna necessário contornar. Nós sabemos quais são e como o fazer: basta deixar-nos ajudá-lo, seguindo as oito sugestões que apresentamos abaixo.

Como começar a correr de forma segura


1. Siga sempre as regras básicas de segurança

Não é por estar a praticar desporto que pode deixar de ter em conta aquelas normas que fazem parte do senso comum e o mantêm seguro em qualquer local. Assim, antes de começar a correr, ponha em prática as seguintes dicas:

Plano de treino grátis
Quer atingir os seus objetivos e não sabe por onde começar? Temos um plano de treino de acordo com o que pretende. Obter o plano aqui.

  • Olhe para os dois lados antes de atravessar qualquer rua;
  • Sempre que possível, mantenha a distância das curvas e da estrada em geral;
  • Se identificar um caminho específicos para runners, use-o;
  • Mantenha-se alerta e atento a potenciais perigos;
  • Use cores fortes, brilhantes ou mesmo refletoras, especialmente se for correr à noite;
  • Dê preferência a sapatilhas especificamente desenvolvidas para este tipo de exercício, cómodas e adequadas ao seu tipo de pé;
  • No sentido de evitar lesões, comece a correr devagar e após ter feito alguns alongamentos.

Recomendações:

acessorios sport zone para correr
Artigos:

2. Planeie um percurso o mais seguro possível

correr de forma segura e planear um trajeto seguro

Tenha o cuidado de não começar a correr por capricho, sem antes ter planeado um percurso que privilegie a segurança. A ideia é evitar aquelas áreas perigosas que existem em qualquer cidade, bem como locais pouco movimentados e com visibilidade reduzida, onde pode ser facilmente atacado.

Se não souber identificá-los, utilize o Google Maps e aplicações de running para definir o percurso  pretendido e, antes de avançar, faça-o de carro com um amigo para confirmar os níveis de segurança.

Além do local, considere também a altura do dia em que corre: o ideal é começar a correr logo pela manhã cedo, para evitar congestionamentos de carros e/ou peões. Deste modo, não só evita inúmeros obstáculos mais ou menos perigosos, como respira um ar bastante mais limpo.

Recomendações:
relogios sport zone para correr
Artigos:

 3. Leve consigo alguns elementos imprescindíveis

O passo seguinte é prever uma forma de levar consigo alguns elementos que, por muito incomodativos que possam ser, são mesmo essenciais:

  • Cartão de cidadão ou outro tipo de identificação pessoal;
  • Boletim médico, identificando condições especiais, alergias, medicamentos que toma, etc.;
  • Algum dinheiro para uma emergência;
  • Um papel com o número de telefone de um amigo ou familiar a contactar no caso de lhe acontecer alguma coisa;
  • O seu próprio telemóvel, que pode vir a ser essencial numa situação de emergência – dica: arranje um telefone pequeno e barato para levar consigo.

4. Evite correr com headphones

Não há outra forma de o dizer: correr com headphones é perigoso! Não só o impede de ouvir o que se está a passar à sua volta, como ainda o distrai relativamente ao ambiente. Assim, se não consegue mesmo abdicar da energia que a música proporciona, pelo menos reduza o volume o mais que poder. Desta forma, ainda vai conseguir ouvi-la, sem deixar de prestar atenção ao caminho e a potenciais perigos.

5. Tente recrutar um amigo para correr consigo

correr de forma segura e correr com um amigo

Esta dica é especialmente direcionada para quem pretende correr à noite: evite correr sozinho; qualquer criminoso hesita bastante mais em atacar duas pessoas do que apenas uma. Se não encontrar ninguém disponível, pode sempre levar um cão como parceiro, ainda que tenha de o pedir emprestado a um amigo ou familiar; mas, atenção: convém que seja um cão de dimensões consideráveis.

Para tentar evitar situações perigosas, envolvendo assaltantes ou outro tipo de criminosos, deixamos aqui algumas dicas:

  • Informe sempre alguém de confiança dos sítios por onde vai passar e quando pretende chegar a casa – combinem um telefonema no final do treino, para confirmar se tudo correu bem;
  • Altere o seu percurso de forma regular, para que ninguém saiba exatamente onde vai estar àquela hora específica;
  • Não partilhe demasiadas informações sobre a sua rotina nas redes sociais;
  • Considere frequentar aulas de defesa pessoal;
  • Leve consigo mace ou gás pimenta.

6. Corra do lado certo da estrada

Por norma, temos a ideia que devemos começar a correr contra o sentido do trânsito, para podermos ver e reagir em função das movimentações dos carros. No entanto, há situações em que tal atitude pode ser contraproducente. Assim, seguindo os seus sentidos e instintos, recomendamos que corra do lado da estrada que:

  • Lhe assegure a melhor visibilidade dianteira e traseira;
  • Proporcione ao trânsito uma visão desimpedida da sua pessoa;
  • Disponibilize um troço para runners;
  • Tenha um passeio;
  • Proporcione uma saída, um local para onde possa fugir caso um carro guine na sua direção.

7. Tenha cuidado com os cruzamentos e ao atravessar as ruas

correr de forma segura e cuidado a atravessar a rua

Estes são os locais mais propensos a acidentes com runners, uma vez que basta uma distração do próprio ou do condutor para que se dê um atropelamento. Assim, além de reforçar que tem sempre de olhar para ambos os lados, deixamos aqui mais algumas dicas:

  • Procure ficar sempre atrás das viaturas, especialmente das que se preparam para virar;
  • Quando planear atravessar um cruzamento, olhe sempre diretamente para o condutor, para se assegurar de que ele o viu;
  • Nas passadeiras com semáforos, nunca corra para tentar aproveitar o amarelo: espere pelo verde;
  • Nunca assuma que os condutores vão fazer algo como parar num stop. Jogue sempre pelo seguro.

8. Não se deixe levar pela força do hábito!

Ainda que conheça bem a cidade e consiga identificar várias situações de perigo, não se deixe influenciar por aquilo a que se chama “complexo da invencibilidade”, que afeta muitos corredores: como se sentem bem, em forma e fisicamente fortes, pensam que podem enfrentar (e ganhar) tudo e todos. Não é verdade: se a rua lhe parece demasiado escura, volte para trás, se aquela pessoa lhe causa arrepios, afaste-se, se sentir que alguém o está a seguir, chame a polícia. Simples, fácil e seguro.

Com estas sugestões está pronto para evitar situações e experiências mais ou menos perigosas. Não se esqueça só de fazer uma consulta com o seu médico antes de começar a correr: a ideia é que esteja seguro a todos os níveis. Boa sorte e boas corridas!

Consiga aqui um plano de treinos gratuito de acordo com os seus objetivos e fique em forma!

Veja também:

Ler mais