Células estaminais: vantagens e desvantagens.

Células estaminais: vantagens e desvantagens.

Temos as respostas para as suas dúvidas.

Preservar as células estaminais do seu filho é um investimento na saúde da sua família. Haverá investimento melhor?

O sangue do cordão umbilical é rico em células estaminais que podem ser usadas para tratar mais de oitenta doenças e já foram usadas em milhares de transplantes. As células estaminais também estão presentes na medula óssea, porém, existem em maior concentração no sangue do cordão umbilical, são mais acessíveis e manipuláveis. Fique a conhecer as vantagens e desvantagens de preservar as células estaminais do seu filho.

Vantagens 


1. As células estaminais do cordão umbilical são 100% compatíveis com o bebé. Além disso, há 25% de probabilidade que sejam compatíveis com um irmão. 

2. Menor risco do enxerto do hospedeiro: uma das principais causa de morte nos transplantes alogénicos. As células da medula óssea transplantada identificam as células do receptor como estranhas e atacam as células e o tecido. 

3. A probabilidade de sobrevivência é superior quando se trata de um transplante do que quando se trata de um dador anónimo.

4. As células estaminais estão sempre disponíveis e podem ser usadas em qualquer altura. Não é necessário procurar um dador, fazer testes ou autorizações, o que pode demorar, pelo menos, 50 dias.

5. A percentagem de células estaminais de qualidade, é superior no sangue do cordão umbilical. Como são recolhidas numa fase em que as células estaminais são ainda imaturas, isso permite-lhes uma maior capacidade de diferenciação e multiplicação.



6. A recolha do sangue do cordão umbilical é um processo rápido, indolor e livre de riscos para a mãe e para o bebé.

7. A proteção da placenta garante que as células estaminais do cordão umbilical, estão livres de vírus, de doenças e têm um menor risco de transmissão de infecções ou vírus.

8. O tratamento com células estaminais é eficaz e está provado no caso de algumas leucemias, anemias, linfomas, neoplasias ou vários síndromes. 




Desvantagens


1. O número de células necessárias para um transplante eficaz é de 5 a 10 vezes inferior em relação à medula óssea. Tendo em conta a idade e o peso do doente, assim como a doença, isto pode ser uma limitação. 

2. O tempo de recuperação hematológica é mais longo do que no caso de transplante de medula óssea ou o sangue periférico.

3. As células só podem ser colhidas uma vez e não permite múltiplas recolhas. Se precisar de mais células, provavelmente, não terá reservas suficientes.

4. A quantidade de células recolhidas depende da espessura e do tamanho do cordão umbilical o que pode limitar o número de células extraídas.

5. Algumas leucemias e doenças congénitas devidas a alterações cromossómicas não permitem a utilização de células estaminais do próprio. 



Que banco escolher?


Um dos Bancos de Criopreservação com mais experiência a trabalhar em Portugal é a BebéCord, com mais 45 mil amostras recolhidas e mais de oito anos de experiência.  Receba mais informações aqui.



Veja também: