Cancro da próstata: o que é e quais os sintomas

O cancro da próstata é o cancro mais diagnosticado nos homens. Saiba mais neste artigo sobre a doença que afeta milhares de portugueses.

Cancro da próstata: o que é e quais os sintomas
Saiba mais sobre esta doença que afeta milhares de homens

O cancro da próstata é, segundo a Associação Portuguesa Doentes da Próstata o primeiro cancro mais diagnosticado nos homens.


O que é a próstata


A próstata é uma glândula, pertencente ao ao aparelho reprodutor do homem e que contribui para a formação de testosterona e esperma.

Situa-se na parte inferior da bexiga, entre a bexiga e o reto e é do tamanho de uma noz, pesando num jovem adulto cerca de 20 gramas.

Esta glândula está disposta em anel e contorna a uretra, com comunicação com os testículos.


Quando ocorre o cancro da próstata


prostata

Quando algumas das células da próstata se reproduzem a uma velocidade superior à normal, ocorre a formação de um tumor e, logo, o cancro da próstata.

Se o cancro da próstata não for tratado atempadamente, pode dar-se o caso em que as células se espalham por outras partes do corpo, invadindo mesmo partes do corpo que se encontram distantes da próstata.

Este processo de propagação das células malignas é chamado de metástase.


Quais os sintomas do cancro da próstata


Ao falar em sintomas do cancro da próstata, é muito importante salientar, que numa fase inicial da formação do cancro os sintomas não são percetíveis.

Assim, é muito importante a prevenção, uma vez que quando os homens que sofrem de cancro da próstata realmente começam a tomar consciência dos sintomas, poderá ser tarde demais para tratar ou impedir que se propague.

Entre os sintomas do cancro da próstata, deve estar atento aos seguintes:
 

  • Jato de urina muito fraco ou reduzido
  • Necessidade frequente de urinar, especialmente à noite
  • A sensação de que a bexiga não se esvaziou completamente e a vontade de urinar ainda continua
  • Dificuldade de iniciar a passagem da urina
  • Dificuldade em interromper o ato de urinar
  • Urinar em gotas ou jatos sucessivos.
  • Necessidade de fazer força para manter o jato de urina
  • Sensação de dor na parte baixa das costas ou na pélvis (abaixo dos testículos)
  • Problemas em conseguir ou manter a ereção
  • Necessidade de correr para a casa de banho urgentemente, acontecendo que muitas vezes não aguente até chegar
  • Dor durante a passagem da urina
  • Dor quando ejacula
  • Dor nos testículos.
 

Como mencionado, quando esta doença surge é muito raro estar imediatamente acompanhada de sintomas, pelo que deve prevenir e fazer o exame à próstata com frequência.

Da mesma forma, se experienciar algum destes sintomas também não significa que está com um cancro. Deve imediatamente consultar o seu médico ou mesmo um médico da especialidade – um urologista - para que faça os exames necessários e, naturalmente, para obter o diagnóstico correto.


Que exames fazer para detetar o cancro da próstata


exame prostata

Os exames mais utilizados para a prevenção e deteção do cancro da próstata são:
 

  • Exame de sangue para analisar os valores da hormona PSA.
  • Toque retal
  • Ultrassonografia
  • Medição do jato de urina
  • Análise à urina
  • Biópsia.

Os exames, segundo o que aconselhar o médico assistente, deve ser realizados a partir dos 50 anos de idade caso não haja precedentes na família e a partir dos 45 anos no caso de haver precedentes.


Como prevenir o cancro da próstata


Levar um estilo de vida saudável e fazer os exames necessários são a base da prevenção. A dieta pode ser fundamental na prevenção de algumas doenças, incluindo o cancro da próstata.

Manter uma dieta variada e rica em alguns alimentos é muito importante.


1. Salmão

salmao

Este peixe é rico em ómega 3 que ajuda o corpo a lutar contra inflamações e permite a
manutenção do sistema imunitário. Também as sardinhas, o atum e os grãos são excelentes fontes de ómega 3.

 


2. Cenoura

cenoura


As cenouras têm precursores de vitamina A que são poderosos antioxidantes, para além de serem rica em fibras e numa substância chamada falcarinol que ajuda a prevenir diversos tipos de cancro.

 


3. Leguminosas

leguminosas


Alimentos ricos em fitoestrógenos, como a isoflavona, como é o caso da soja, do feijão, do amendoim e das lentilhas são importantes numa dieta equilibrada, até porque ajudam a combater células malignas do cancro.

 


4. Tomate

tomate


O tomate é rico em licopeno, que é um poderoso antioxidante. Segundo alguns estudos efetuados, os homens que comem tomate cru ou cozido têm menos hipóteses de desenvolver cancro de próstata.

 


5. Brócolos

brocolos


Graças a uma substância chamada sulfurafano, que é responsável por matar células malignas, preservando as células saudáveis, os brócolos e a couve-flor ajudam a diminuir as hipóteses de desenvolver a forma agressiva do cancro da próstata.

 


6. Romãs

roma


Há estudos que indicam que a romã ajuda a reduzir o aumento do PSA (antígeno prostático específico) e reduz também a recorrência de aparecimento da doença após primeiro tratamento, isto por ação de uma substância presente nas romãs, chamada elagitanino.

 


7. Chá verde

cha verde


Na Ásia, onde o chá verde é amplamente consumido também pela população masculina há uma menor incidência de cancro da próstata. Acredita-se que isso se deve ao alto conteúdo de antioxidantes e polifenois que ajudam a combater o aparecimento da doença.


Nota


Numa dieta equilibrada e para além de dever incluir os alimentos acima referidos, deve ainda ter em atenção que alimentos como a carne vermelha, o açúcar e refrigerantes não devem ser consumidos em excesso.

Aliás no caso do açúcar e dos refrigerantes, o seu consumo é desaconselhado de uma forma geral.


 

Veja também: