Calvície: causas, tratamentos e mitos

Ter um cabelo saudável e abundante dá uma imagem jovem e cheia de vitalidade, levando a uma sensação de autoconfiança. Saiba como combater a calvície.

Calvície: causas, tratamentos e mitos
Tudo o que precisa de saber sobre este tipo de queda de cabelo

A calvície é o termo mais corrente para designar a alopécia androgenética, um problema que afeta maioritariamente os homens e que se reflete na perda de cabelo.

Este problema pode ter início em qualquer idade e quanto mais cedo a começar a tratar, maiores as taxas de êxito. 

Para a maioria das pessoas, o diagnóstico da queda de cabelo é simples. A calvície masculina é de longe a forma mais comum de calvície e segue um padrão natural, geralmente com o recuo da linha do cabelo nas têmporas.

O cabelo vai depois enfraquecendo no topo do couro cabeludo e à sua volta. O cabelo restante vai caindo lentamente.  

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
Contudo, é necessário que a perda de cabelo atinja 50% do número total de cabelos para que a calvície seja percetível ao olho humano.

Assim, quando alguém nota uma rarefação, significa que a queda de cabelo já está a ocorrer há muito tempo.


Tipos de calvície


A calvície é considerada como a causa mais comum de queda capilar e pode ser classificada em três níveis diferentes:


1. Alopecia androgénica

alopecia androgenica
É a forma mais comum de calvície e afeta principalmente os homens. O cabelo torna-se gradualmente mais fino e os folículos mais fracos.

Os tratamentos para a perda de cabelo atuam melhor nesta fase, parando a queda e regenerando o cabelo. 

 


2. Alopecia por zonas

alopecia por zonas
É uma evolução da etapa anterior, levando à perda de cabelo em determinadas zonas do couro cabeludo.

Nesta fase, os tratamentos para a queda de cabelo ainda podem ser muito eficazes. 

 


3. Alopecia total

alopecia total
Ocorre uma perda total de cabelo em todo o couro cabeludo. Neste caso, os tratamentos para a perda capilar não apresentam resultados satisfatórios.


Causas de calvície


A calvície pode ser causada por vários outros fatores e apesar de ser um problema mais frequente no sexo masculino, também pode aparecer no sexo feminino, principalmente depois da menopausa.

Descubra as principais causas:


1. Causas genéticas

Muitas vezes a alopécia é provocada pela herança dos progenitores; quando for assim, o processo é irreversível. 

 


2. Problemas hormonais

Níveis elevados de testosterona, mau funcionamento da tiroide, dos ovários, da hipófise e das glândulas suprarrenais provocam também a queda do cabelo.

 


3. Problemas alimentares

A subnutrição, falta de vitaminas, anemia, problemas de absorção de nutrientes e doenças como a anorexia, afetam diretamente o desenvolvimento do cabelo. 

 


4. Produtos químicos e farmacológicos

O uso de determinados produtos químicos como a quimioterapia e a ingestão de certos medicamentos como os indicados para a insuficiência cardíaca podem provocar a perda do cabelo. Alguns antidepressivos também produzem os mesmos efeitos.

 


5. Causas psicológicas

Em muitos casos as situações de angústia pessoal, os estados emocionais desagradáveis e o stress físico ou psíquico agudo provocado por diferentes motivos são o detonante da alopécia.


Tratamentos para a calvície


De acordo com a situação em causa, existem vários tipos de tratamento:
 
  • Tratamentos anti androgénicos: tratamentos para a calvície que a bloqueiam pela utilização de medicação hormonal;
  • Imunoterapia: aplicação de uma substância chamada difenciprona (DPCP) em pequenas áreas do couro cabeludo. Ao repeti-lo várias vezes por semana, provoca uma reação alérgica que produz o crescimento de cabelo;
  • Cirurgia plástica de transplante capilar: trata-se de um tratamento extremo e um pouco dispendioso para a perda de cabelo, que devem ser realizados por especialistas.


Mitos sobre a calvície


A calvície não é causada por: 
 
  • Usar chapéus, gorros ou capacetes;
  • Lavar o cabelo todos os dias;
  • Lavar pouco o cabelo;
  • Secar mal o cabelo;
  • Pintar o cabelo ou fazer permanentes.

A calvície não se cura se: 
 
  • Lavar o cabelo com cerveja;
  • Lavar o cabelo com champô anti queda;
  • Tomar vitaminas;
  • Rapar o cabelo de vez em quando;
  • Massajar o couro cabeludo;
  • Lavar menos vezes o cabelo.

Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.

 

Veja também:

Ler mais