Brigas entre irmãos: 11 formas de (tentar) acabar com elas

Os seus filhos não se entendem? Pois fique a saber que as brigas entre irmãos são normais, saudáveis e inevitáveis. Mas isso não quer dizer que não deva estar atento ou até intervir em algumas situações. Fique a saber quais são e aprenda 12 estratégias para atenuar as brigas. Ajude a tornar o ambiente em sua casa mais agradável.

Brigas entre irmãos: 11 formas de (tentar) acabar com elas
Lembre-se que as lutas entre irmãos são normais.

As constantes discussões entre os seus filhos estão a deixar-lhe os nervos à flor da pele? Já não os consegue ouvir a discutir? Junte-se ao clube! As brigas entre irmãos são uma constante em todas as famílias, mas há boas notícias: há estratégias que podem ajudar!

Quando os irmãos se zangam


briga entre irmaos

As brigas entre irmãos são comuns e frequentes e a forma como os pais lidam com elas é determinante. Quando estas brigas entre irmãos escalam em frequência e agressividade acabam em choro e tensão para toda a família, e os pais sentem-se incapazes de lidar com estas situações de conflito.

Quando as brigas entre irmãos fazem parte de um contexto que envolve também momentos de carinho, parceria e cumplicidade entre eles, não devem ser motivo de preocupação excessiva, apenas de monitorização e orientação.

As brigas entre irmãos, para além de normais, são necessárias, desde que não estejamos a falar de situações que envolvam atitudes de falta de afeto contínuas, que possam ferir ou denegrir um deles. Através das pequenas disputas em família os seus filhos aprendem a desenvolver as suas opiniões, a expressar as suas necessidades, e a experimentar estratégias para atingir seus objetivos.

Outras aprendizagens importantes para a vida podem ser adquiridas através das brigas entre irmãos: aprender a ouvir o outro; colocar-se no lugar do outro; regular os sentimentos de ira e agressividade.

Estes conflitos são particularmente frequentes entre irmãos com alguma diferença de idades, surgindo muitas vezes pela não compreensão das limitações e avanços inerentes aos diferentes estados de desenvolvimento.

11 dicas para (tentar) acabar com as brigas entre irmãos


mae tenta acalmar filhos

Os pais podem ajudar os filhos a lidar de forma mais eficaz com os conflitos. Estes incidentes podem ser uma oportunidade para ensinar as crianças a conviver e a resolver conflitos.

Utilize as brigas entre irmãos para aumentar a competência social e psicológica dos seus filhos, ajudá-los a desenvolver a inteligência emocional, ensiná-los a resolver problemas, e a aprender a lidar com sentimentos negativos.

1 – Não desespere: as birras e os confrontos são normais e fazem parte do desenvolvimento das crianças;
2 – Não faça comparações entre os seus filhos, pois eles são diferentes uns dos outros;
3 – Elogie os pontos fortes de cada um e incentive a admiração mútua;
4 – Dedique tempo em separado a cada filho, para que possa dar atenção exclusiva a cada um;
5 – Não descure na atenção ao filho mais calmo e que aparentemente não requer tanto afeto e atenção;
6 – Estimule o trabalho em equipa entre os irmãos: recorra a jogos e brincadeiras;
7 – Quando sentir necessidade de intervir faça-o com segurança, firmeza e tranquilidade, apaziguando a situação; mas primeiro observe e tome consciência da forma como os seus filhos lidam com as zangas, no sentido de poder estar preparado para ensinar, modelar e treinar estratégias diferentes ou em falta;
8 – Dê oportunidade aos seus filhos de resolverem por si mesmos o conflito;
9 – Evite demonstrar irritação e descontrolo, pois isso deixará o clima ainda mais tenso;
10 – Ofereça soluções: conversem e façam acordos; enfatize os conceitos de ética, respeito, compreensão e aceitação em relação para com as diferenças; procure descobrir a causa da briga e crie regras para quando essa situação se repetir no futuro;
11 – Ensine a dividir e estimule a partilha: a maioria das brigas entre irmão está relacionada com temas como a divisão dos brinquedos; incentive-os a decidirem juntos como partilhar determinado objeto.

Em suma …


Tenha paciência e lembre-se de que estas brigas entre irmãos são inevitáveis. Por muitas estratégias que utilize para eliminar as zangas, elas vão continuar a acontecer esporadicamente. A forma como se lida com o conflito é que deve ser trabalhada por todos os membros da família.

Veja também:

Ana Graça Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Para além da Psicologia é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que proporcione felicidade!