Bloqueadores de hidratos de carbono: o que são e como funcionam

Um bloqueador de hidratos de carbono previne o organismo de absorver os amidos, favorecendo assim a redução da gordura corporal.

Bloqueadores de hidratos de carbono: o que são e como funcionam
Podem ser úteis no controlo do peso corporal e não só.

Os bloqueadores de hidratos de carbono são um tipo de suplemento alimentar que auxilia na perda de peso.

O seu funcionamento é ligeiramente diferente das restantes suplementos para a perda de peso, no entanto, são semelhantes aos bloqueadores de gordura.

O que são bloqueadores de hidratos de carbono e como funcionam?


bloqueadores de hidratos de carbono

Todos sabemos que os hidratos de carbono podem ser separados e dois grupos: os simples e os complexos.

  • Os hidratos de carbono simples: encontram-se essencialmente em frutas e produtos lácteos. Também os vemos em produtos processados, tais como, refrigerantes e sobremesas pré-feitas.
  • Os hidratos de carbono complexos: que estão presentes em alimentos como o arroz, massa, batata e pão.

Estes últimos são feitos de vários hidratos de carbono simples conectados entre si, que para serem absorvidos têm que ser primeiro separados.

Troque uma caipirinha por uma ida ao ginásio
Treine no Solinca por apenas 3,99€ por semana e volte a ficar em forma. Aproveite já!

Os bloqueadores de hidratos de carbono, também conhecidos como bloqueadores de amido, ajudam a bloquear as enzimas necessárias para a digestão destes hidratos.

Ao bloquear as enzimas, estes suplementos impedem que os hidratos de carbono sejam digeridos pelo organismo, não no seu todo, mas em grande parte. Acabam por passar no intestino grosso sem terem sido quebrados e absorvidos.

A pressuposta consequente perda de peso deve-se a isso mesmo, ou seja, como passam intactos no intestino, à partida não vão contribuir com calorias para o organismo.

Além desta função principal, existem evidências que nos dizem que podem surgir outros benefícios, nomeadamente ao nível do controlo do colesterol no sangue e diabetes mellitus tipo 2.

Qual o mais conhecido e utilizado?


extrato de feijao branco

O mais conhecido e popular bloqueador de hidratos de carbono é feito através do extrato de feijão branco.

Este extrato tem uma substancia que inibe a enzima responsável por converter os hidratos de carbono em glicose. Ao inibir o processo, impede que se forme glicose extra, ou seja, além das necessidades diárias, e dessa forma evita que o excesso seja acumulado sob a forma de gordura.

Existe ainda medicamentos que podem ser inseridos neste tópico, que são inibidores de alfa glicosidase. No entanto, estes atuam essencialmente como medicamentos para o tratamento da diabetes tipo 2, mantendo os níveis de açúcar no sangue dentro dos parâmetros normais.

Bloqueadores de hidratos de carbono vs Perda de peso


perda de peso e bloqueadores de gordura

Estes suplementos são vendidos como um contributo para a perda de peso, mas a verdade é que a eficácia dos mesmos está limitada e existem resultados controversos nos estudos que foram realizados.

Os bloqueadores de hidratos de carbono apenas evitam a absorção de uma parte dos hidratos ingeridos. Aparentemente, só bloqueiam cerca de 50-65% das enzimas envolvidas no processo.

Ao inibirem essa percentagem de enzimas, não significa que a mesma proporção de hidratos seja impedida de ser absorvida. A razão relaciona-se com o facto de serem suplementos que atuam de modo indireto, e a inibição das enzimas pode significar apenas uma atuação mais lenta.

Para muitas pessoas que estão a tentar perder peso, os açúcares adicionados nos alimentos processados podem ser um grande problema. Isto porque este tipo de açúcares são simples – usualmente glicose, frutose e sacarose – e por isso não entram nas contas das enzimas que atuam na quebra dos hidratos de carbono complexos, sendo desta forma absorvidos na totalidade.

Tal como foi referido acima, estes suplementos podem ter vantagens no controlo dos níveis glicose no sangue. Como fazem com que a digestão seja mais lenta, vão também prevenir os picos exagerados se glicose no sangue, tornando-os mais baixos.

Contudo apenas se pode falar nisto nos hidratos que são realmente afectados pelos bloqueadores.

Serão estes bloqueadores seguros?


colicas e bloqueadores de hidratos de carbono

Normalmente são considerados seguros, mas apresentam alguns efeitos colaterais.

Podem causar:

  • diarreia;
  • inchaço abdominal;
  • flatulência;
  • cólicas.

No entanto, não são sintomas severos e que acabam por melhorar com o passar do tempo, ainda que muitas pessoas os deixem de tomar devido a esses mesmos efeitos.

É segura tomar este tipo de bloqueadores?


Existem evidencias que demonstram perda de peso, redução dos níveis de açúcar no sangue e até redução do apetite. Mas ainda se desconhece o seu efeito a longo prazo.

Tal como qualquer outro suplemento deve haver aconselhamento profissional e deve ser mantida uma alimentação saudável e a prática de exercício físico adequado não devem ser substituídos.

Troque uma saída à noite por uma ida ao ginásio. Inscreva-se já no Solinca por apenas 3,99€ por semana!

Veja também:

Ler mais