Prebióticos: o que são e quais os seus benefícios?

Prebióticos: o que são e quais os seus benefícios?

E descubra o que os torna tão bons aliados para a sua saúde.

Saiba o que são os prebióticos, quais os seus benefícios e o onde os pode encontrar.

Prebióticos. Já ouviu falar sobre eles? Sabe o que são? Ou que qual a sua função? Mais ainda, quais os benefícios para a sua saúde e para o bom funcionalmente do organismo? 

Se não sabe, vai ficar a saber. 

Já lhe falamos dos “parentes próximos” destes alimentos: os probióticos e a sua importância para o organismo. E partindo disso não podíamos deixar de fora os prebióticos. 


O que são os prebióticos? 


Dito de forma simples, os prebióticos são um tipo específico de fibras que não são digeridas no intestino. 
 
Obtenha um Plano Alimentar Personalizado
Perca peso de forma saudável e não o volte a ganhar! Fale já com a nutricionista online!
As fibras prebióticas mais conhecidas são: 
 
  • A inulina 
  • A pectina 
  • E os frutooligossácarideos (FOS) 

Estas fibras não digeríveis são depois “fermentadas” pelas bactérias do intestino grosso e estimulam a multiplicação das bactérias benéficas (os probióticos) para o organismo. 

Por esta razão, os prebióticos são também conhecidos como o “alimento dos probióticos”. No fundo, sem os prebióticos, os probióticos não funcionam corretamente. 

 

Quais os benefícios dos prebióticos para a saúde? 


Não, os prebióticos não se limitam a ser o alimento dos probióticos. Há vários benefícios que lhe estão associados. Senão veja só:
 
  • Estimulam a produção da flora bacteriana, favorecendo a saúde intestinal e o seu correto funcionamento
     
  • Diminuem os riscos de infeções
     
  • Reduzem a absorção de gorduras pelo intestino, diminuindo assim o colesterol 
     
  • No seguimento da anterior, ainda ajudam a reduzir o risco de sofrer doenças cardiovasculares e diabéticas, uma vez que ajudam a regular, não só os níveis de colesterol, mas também de triglicéridos no sangue
     
  • Contribuem para uma maior síntese e absorção de nutrientes e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo (como cálcio, ferro, zinco ou magnésio, por exemplo)
     
  • Evitam o inchaço abdominal
     
  • Estimulam o sistema imunitário intestinal  
 

Onde os podemos encontrar? 


E agora que já sabe o que eles podem fazer por si, só falta mesmo saber onde os pode encontrar. Mas essa é tarefa fácil, já que até nos alimentos mais simples do dia-a-dia, pode encontrar as tão necessárias fibras prebióticas. Isto porque os alimentos onde os pode encontrar são muitos e variados.

Se quer alguns exemplos, aqui ficam eles:  
 
  • Cebola 
  • Alho 
  • Aveia
  • Banana 
  • Chicória
  • Alho-francês 
  • Espargos
  • Tomate
  • Pão 
  • Bolachas
  • Lacticínios 
  • Mel 
  • Cevada
  • Maçã
  • Trigo 
  • Centeio
  • Frutas cítricas 
  • Soja 
  • Ervilhas 
  • Lentilhas 

Como vê, fontes de prebióticos não lhe faltam. Agora é só juntar o útil ao agradável e assegurar que ingere as fibras prebióticas que tao benéficas serão para a sua saúde. 

 
Obtenha aqui um plano alimentar personalizado !
 

Veja também: