8 Benefícios do inhame

8 Benefícios do inhame

Conheça as razões para incluir este tubérculo na sua alimentação.

Ainda desconhecido para alguns, o inhame é um tubérculo cujas vantagens vão muito além do seu sabor. Descubra os principais benefícios do inhame.

O inhame é um tubérculo pouco utilizado na culinária portuguesa, mas com propriedades nutricionais muito interessantes.

Destaca-se pela sua capacidade de diminuir o “mau” colesterol, melhorar o funcionamento intestinal e fortalecer o sistema imunitário. Por ser altamente nutritivo e medianamente calórico, é uma boa opção também para quem está a seguir uma dieta.

E estes são apenas alguns dos benefícios do inhame. Fonte de fibras, vitamina C, vitaminas do complexo B e minerais como potássio e fósforo, o inhame também é rico em hidratos de carbono complexos, e pobre em gorduras saturadas e sódio.


Porque deve comer inhame?


Tudo para manter a forma
Tenha acesso às melhores dicas de nutrição! Receba já conteúdo exclusivo!
Graças às suas propriedades nutricionais, a introdução deste tubérculo na sua alimentação proporciona ao organismo e à saúde inúmeras mais-valias. Confira alguns dos principais benefícios do inhame.



1. Ajuda na saúde do coração

O inhame contém vitamina B6 (piridoxina) e B9 (ácido fólico), dois nutrientes que ajudam a controlar os níveis de homocisteína no organismo e reduzem o risco de doença cardíaca.

Para além disso, é rico em potássio e vitamina C, dois nutrientes que reduzem a pressão arterial e possibilitam a dilatação dos vasos sanguíneos, melhorando o fluxo de sangue para o coração e ajudando a prevenir o aparecimento de hipertensão.




2. Controla os sintomas da TPM e da menopausa

menopausa
O inhame é rico em diosgenina, uma substância que tem a estrutura similar aos estrogénios humanos e auxilia na regulação hormonal feminina, equilibrando os níveis de algumas hormonas e melhorando os sintomas de tensão pré-menstrual (TPM) e da menopausa. Há ainda estudos que relatam que o consumo de inhame pode ser útil nos casos de endometriose, doença fibrocística da mama e fibrose uterina.




3. Protege a visão

visão
Se quer preservar e proteger a saúde dos seus olhos, o inhame é uma boa opção. O seu teor em vitamina A e C ajuda a prevenir a degeneração macular, uma condição na qual a visão fina se deteriora, resultando na perda da visão central, e as cataratas. A vitamina A também melhora a visão noturna e hidrata os olhos, evitando o aparecimento de úlceras ou feridas nas pálpebras.




4. Fortalece o sistema imunológico

Este pode muito bem ser um dos principais benefícios do inhame para a saúde. Por ser fonte de vitamina C e zinco, dois nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo, o consumo de inhame ajuda a fortalecer o sistema imunológico, responsável pela defesa do organismo.




5. Faz bem ao cérebro e ao sistema nervoso

As vitaminas do complexo B, o potássio e o fósforo que se encontram no inhame fazem com que este tubérculo seja benéfico para a melhoria da saúde do sistema nervoso e da memória, já que são responsáveis por levar o oxigénio às células e nervos. Por exemplo, enquanto a niacina (vitamina B3) estimula a memória e diminui o impacto do stress do dia-a-dia, a tiamina (vitamina B1) é fundamental para a transmissão dos impulsos nervosos.




6. Previne o aparecimento de cancro

Graças à presença de vitamina A e C, o inhame é um excelente antioxidante, protegendo o corpo dos radicais livres que causam stress oxidativo, o qual está associado a diferentes tipos de cancro, incluindo o do pulmão, cólon, estômago e esófago.




7. Evita picos de açúcar no sangue

glicemia
O inhame é uma fonte de hidratos de carbono complexos que contribuem para a lenta absorção dos açúcares para o sangue, ou seja, promove uma lenta subida glicémica. Esta situação é particularmente benéfica para as pessoas que sofrem de diabetes, pois evita a ocorrência de picos de açúcar no sangue ou hipoglicemias.




8. Ajuda a controlar o peso

O inhame também é amigo da silhueta ou de quem está a fazer dieta. Graças às suas fibras solúveis, a digestão e a absorção do açúcar para o sangue é feita mais lentamente, conferindo saciedade por mais tempo, mais energia e um trânsito intestinal regular. 

A nível energético, apresenta cerca de 118 calorias por cada 100 gramas e de ve ser consumido no âmbito de uma alimentação saudável, equilibrada e variada.

 

Cuidados a ter no consumo de inhame



Se ficou convencido com os benefícios do inhame que apresentamos e está disposto a experimentar este alimento, fale antes com o seu médico. O funcionamento do sistema endócrino é bastante delicado e a diosgenina que se encontra na sua composição pode alterá-lo. Por essa razão, as grávidas e lactantes devem evitar o seu consumo. 


Saiba as melhores dicas para ficar em forma !



Veja também: