Ballet Body: a modalidade para conseguir um corpo e resistência de bailarina

O ballet body promete tonificar o corpo todo, conseguir uma silhueta esguia e adquirir mais flexibilidade. Experimente fazê-lo em casa!

Ballet Body: a modalidade para conseguir um corpo e resistência de bailarina
Faça Ballet body também em casa

Ballet body é uma modalidade recente em Portugal que promete trabalhar a tonificação muscular para ficar com uma silhueta definida. A postura, os movimentos fluídos e o caminhar leve, tudo isto pode ser praticado por qualquer pessoa.

Para quem gostava de ter praticado ballet, pode agora fazê-lo agora mesmo que nunca tenha praticado nada parecido ou ache que não tem jeito. O resultado final (ficar em forma) é o mais importante.

Ballet Body: o que é?


ballet body

Ballet Body é uma aula onde são realizados movimentos com o peso corporal, com o auxílio de barras, onde se fazem isometrias, repetições e sustentações. É uma modalidade que possui elementos e exercícios do Ballet Clássico e exercícios de condicionamento físico comuns em ginásios, no treino funcional, aulas de local etc.

Troque uma caipirinha por uma ida ao ginásio
Treine no Solinca por apenas 3,99€ por semana e volte a ficar em forma. Aproveite já!

O Ballet body está a fazer sucesso no Brasil e Estados Unidos e alia alguns movimentos técnicos de ballet com outros movimentos de yoga, pilates e de condicionamento físico com o objetivo de trabalhar a postura e tonificar o corpo.

Benefícios do Ballet Body

  • Correção postural;
  • Fortalecimento do core;
  • Aumento da flexibilidade;
  • Tonificação muscular.

 

Ballet body em casa: 5 exercícios práticos


Se não tem tempo nem disponibilidade financeira para ir às aulas de Ballet body, damos-lhe a solução: faça alguns exercícios em casa! Aqui vão algumas sugestões:

1. Coxas e glúteo

ballet body e coxas e gluteos

– Execução –

  1. Em pé, apoie a mão esquerda na barra ou no encosto de uma cadeira, costas alinhadas, abdominal contraído;
  2. Afaste as pernas mais que a largura dos ombros e coloque a ponta dos pés viradas para fora;
  3. Faça flexão dos joelhos de forma a que eles abram na linha dos pés e desça paralela ao chão em agachamento;
  4. Os ombros sempre direitinhos, não curve as costas nem “arrebite” os glúteos” desça com os glúteos virados para o chão.

Faça 10 repetições, três séries.

2. Coxas e glúteos

coxas e gluteos ballet body

– Execução –

  1. Em pé, estenda os braços, apoiando as mãos na barra ou no encosto de uma cadeira;
  2. Faça flexão do joelho esquerdo até a coxa fazer um ângulo de 90 graus;
  3. Estenda a perna direita atrás, coloque o pé em meia-ponta, abdominal contraído, costas direitas e quadris alinhados e virados para a frente;
  4. Estenda e flexione o joelho durante 10 vezes e de seguida fique em isometria com o joelho fletido durante 10 segundos;

Repita por 3 vezes e faça igual para a outra perna

3. Peitoral, abdominal

peitoral abdominal ballet body

– Execução –

  1. Coloque-se em posição de flexão: mãos apoiadas no chão mais afastadas que a largura dos ombros e apoiando o peito do pé no chão;
  2. Contraia o abdominal (apertando-o sempre contra as costas);
  3. Agora mantendo os braços e pernas estendidos suba o quadril como se fosse formar um “V” ao contrário;
  4. Aproxime as pernas do tronco o máximo que conseguir ativando ainda mais o abdominal (é aí que a força deve estar focada);
  5. Desça os pés até voltar à posição inicial e e faça uma flexão de braços com os cotovelos para fora.

Faça 5 repetições.

4. Braços

bracos ballet body

– Execução –

  1. No chão sente-se em cima dos calcanhares com os joelhos juntos;
  2. Coloque os braços estendidos atrás do tronco, mãos viradas para fora e fletidas;
  3. De seguida suba os braços na lateral abrindo-os como se fossem umas asas, mantendo as mãos abertas para fora, subindo-os até acima da cabeça, sempre neste linha;

Repita e faça 10 repetições e 2 séries.

5. Pernas

pernas ballet body

angelicabanhara.blogfolha.uol.com.br

– Execução –

  1. Em pé, mão esquerda na barra ou no encosto de uma cadeira, pernas afastadas ligeiramente mais que a largura dos ombros, abdominal contraído e o braço direito estendido à frente;
  2. Faça flexão dos joelhos e desça como se se fosse sentar, fazendo um agachamento;
  3. De seguida suba e estenda os joelhos e leve o tronco à frente, ficando com o tronco virado para o chão mantendo as costas retas e o abdominal contraído o braço direito estende à frente acompanhando o movimento das costas, fiquei aí durante 6 segundos realizando as inspirações e expirações;
  4. Ainda nesta posição suba em meia-ponta, apoiando só a ponta do pé e subindo o calcanhar; suba e desça com os joelhos estendidos por 10 vezes e depois fique em isometria com os calcanhares em cima durante 10 segundos.

6. Abdominal

abdominal ballet body

angelicabanhara.blogfolha.uol.com.br

– Execução –

  1. Sente-se num colchão e incline o tronco atrás, mantendo as costas retas, com as mãos apoiando o chão atrás do seu tronco e braços estendidos;
  2. Suba as duas pernas, formando um ângulo de 45° com o corpo;
  3. O abdominal deve estar sempre bem contraído, como se o estivesse a empurrar o umbigo contra as costas;
  4. Faça flexão da perna direita apontando o pé para o solo e mantenha a perna esquerda semi-fletida à altura do peitoral;
  5. Faça uma ligeira flexão dos cotovelos e desça mais o tronco e troque a posição das pernas;

Repita este movimento 10 vezes com as duas pernas.

Experimente fazer uma aula de Ballet body e se não conseguir levar as aulas avante mas gostar do tipo de modalidade, faça alguns exercícios em casa e treine para ficar com o corpo de bailarina!

Troque uma saída à noite por uma ida ao ginásio. Inscreva-se já no Solinca por apenas 3,99€ por semana!

Veja também:

Ler mais
Sara Tomás Sara Tomás

Sara Tomás, Personal Trainer, trabalha atualmente no Health club Welldomus Fitness and Spa. Colabora na Clínica Bússola da Saúde no Marco de Canavezes. Licenciada em Ciências do Desporto na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, pós-graduada em Atividade Física e Saúde pela mesma instituição. Pós graduada em Reabilitação em Medicina do exercício e Desporto pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.