Atividade física nas diferentes idades

Atividade física nas diferentes idades

A atividade física é um dos pilares da qualidade de vida.

Indivíduos que pratiquem atividade física regularmente aumentam não só a qualidade de vida, como também a esperança média de vida.

Atualmente, o sedentarismo e o stress são as maiores causas de doenças no mundo. Casos como a diabetes tipo 2, a hipertensão e outras doenças são agravadas pelo sedentarismo a que se chegou nos últimos tempos.

De forma a combater este problema, a par da obesidade como consequência de maus hábitos alimentares e um estilo de vida menos adequado, a Organização Mundial de Saúde recomenda a prática de atividade física diária, com duração e intensidade variáveis, mediante a idade das pessoas.


O que é atividade física?


Pronto para malhar pesado?
Obtenha um plano de exercícios para atingir os seus objectivos! Saiba tudo aqui !
Considera-se atividade física ao conjunto vastíssimo de desportos e atividades que envolvam exercício físico planeado.

Não se considera, por exemplo, que subir as escadas do prédio onde mora para chegar a casa atividade física, porém, se pensar em subir este lanço 3 ou 4 vezes seguidas, com algum esforço físico, já poderá ser considerado atividade física, uma vez que é intencionalmente repetido e de forma regular.
 


Atividade física nas diferentes idades


Não só características genéticas, como fatores de maturação dos indivíduos, têm influencia na capacidade física das pessoas. Não podemos, portanto, exigir os mesmos níveis de esforço e intensidade a pessoas de idades discrepantes.
               
Ao mesmo tempo, a atividade física não é o mesmo que a preparação física de um atleta, pelo que os níveis sugeridos são apenas níveis básicos de atividade física para a população normal que pretenda ter qualidade de vida. Estes indicadores foram testados e são promovidos por entidades desportivas e instituições de saúde em todo o mundo.


Crianças e Jovens

Crianças a jogar basquet
Incluem-se no patamar da atividade física desportos individuais e coletivos, corridas e brincadeiras (atividades lúdicas que envolvam locomoção) e a própria educação física escolar. Como principais objetivos desta atividade física destacam-se a saúde e capacidade cardiorrespiratória, aumento e consolidação da densidade óssea e potenciação metabólica das estruturas musculares.
               
Assim, considera-se que para crianças e jovens, um mínimo de 60 minutos diários de atividade física intensa é indispensável, primando pelos exercícios aeróbios, como nadar, saltar, correr, desportos coletivos e outros. 



Adultos até 65 anos

Corrida em grupo
Recomenda-se a prática de atividades em família e/ou amigos, desde corridas, caminhadas, jogos e desportos coletivos. Em determinados casos, em que a distância a percorrer para ir trabalhar é grande, por exemplo, este exercício também conta para o tempo diário de exercício.

Para além da melhoria da capacidade cárdiorrespiratória, recomenda-se a prática de atividade física para reforço muscular, combate ao stress e depressão.Deste modo, 150 mínutos de atividade aeróbia diária moderada ou 75 minutos de atividade intensa parecem ser as recomendações ideais para a obtenção de bons resultados.



A partir dos 65 anos

Hidroginástica
Nesta idade e idades superiores, as próprias tarefas domésticas são já consideradas atividade física, devido ao esforço que exigem para um organismo já mais debilitado. Alguns estudos indicam até que nesta idade, a atividade física é absolutamente obrigatória, sob pena de atrofia muscular e declínio cardiovascular e cognitivo. 

Ao mesmo tempo, a melhoria da capacidade cardiorespiratória previne muitas doenças comuns nesta altura, bem como melhora a oxigenação cerebral, prevenindo depressões e doenças degenerativas.O equilíbrio e a prevenção da osteoporose, são ainda outros fatores a ter em conta quando abordamos o tema da atividade física em pessoas a partir dos 65 anos.
               
As recomendações a nível de tempo e intensidade são as mesmas que para adultos, porém, há que ter em conta as limitações físicas e patologias que possam existir, devendo sempre ter-se em conta que o exercício de alta intensidade para alguém com 70 anos não é o mesmo que para alguém de 27. 

Receba aqui um plano com exercícios para malhar e ficar em forma !


Veja também: