Apoio domiciliário integrado: o que é?

Nem sempre é fácil distinguir aquilo que são os serviços de apoio domiciliário do apoio domiciliário integrado. Neste artigo vamos dar uma ajuda para saber optar.

Apoio domiciliário integrado: o que é?
Ajudamos a esclarecer algumas questões.

O Apoio Domiciliário Integrado - ADI - é uma resposta que se concretiza através de um conjunto de ações e cuidados pluridisciplinares, flexíveis, abrangentes, acessíveis e articulados, de apoio social e de saúde, a prestar no domicílio, durante vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana. 
 

Quais as diferenças entre o SAD e o ADI?


O ADI distingue-se do Serviço de Apoio Domiciliário - SAD - na medida em que este configura uma resposta social, desenvolvida a partir de um equipamento, que consiste na prestação de cuidados individualizados e personalizados no domicílio a indivíduos e famílias quando, por motivo de doença, deficiência ou outro impedimento, não possam assegurar, temporária ou permanentemente, a satisfação das necessidades básicas e/ ou as atividades da vida diária. 
 
O SAD destina-se a indivíduos e famílias, prioritariamente pessoas idosas, pessoas com deficiência e pessoas em situação de dependência.

Já o ADI tem como destinatários, essencialmente, pessoas em situação de dependência e as suas famílias. 
 

O apoio domiciliário integrado 


O apoio domiciliário integrado assegura a prestação de cuidados de enfermagem e médicos de natureza preventiva, curativa e outros, e a prestação de apoio social indispensável à satisfação das necessidades básicas humanas. 
 
Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.
O encaminhamento de utentes no âmbito do apoio domiciliário integrado deve ser feito por solicitação do médico de família, do hospital, do centro distrital de segurança social ou pela Santa Casa da Misericórdia, através de informação em impressos próprios com diagnósticos circunstanciadas das situações e demais informações tidas por conveniente.

Este tipo de apoio existe, também, em algumas estruturas da Cruz Vermelha Portuguesa. 
 
O apoio domiciliário integrado destina-se, essencialmente, a pessoas em situação de dependência e às suas famílias. 
 
Este serviço tem vários objetivos, nomeadamente: 
 
  • Assegurar a prestação de cuidados de saúde e apoio social;
  • Contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e famílias; 
  • Garantir a prestação de cuidados de ordem física e apoio psicossocial aos indivíduos e famílias, de modo a contribuir para o seu equilíbrio e bem-estar; 
  • Apoiar os utentes e famílias na satisfação de necessidades básicas e atividades da vida diária; 
  • Contribuir para retardar ou evitar a institucionalização; 
  • Desenvolver atividades lúdico-terapêuticas-ocupacionais; 
  • Assegurar o apoio aos familiares com pessoas em situação de dependência a seu cargo, incluindo a formação na prestação de cuidados. 
 
Os locais que dispõem de apoio domiciliário integrado são vários. Por regra, a Santa Casa da Misericórdia de cada região tem acordos com instituições que prestam estes serviços.

O ideal será informar-se junto da Santa Casa da Misercórdia mais perto ou dos Serviços de Segurança Social qual a melhor instituição para o ajudar nestas situações em que é necessário o apoio domiciliário integrado. 

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

 

Veja também:

Ler mais