6 Alimentos que pesam tanto na sua carteira como uma ida ao ginásio

Se também não vai ao ginásio devido ao preço da mensalidade, leia o nosso artigo e fique a conhecer sete alimentos que pode trocar por uma ida ao ginásio.

6 Alimentos que pesam tanto na sua carteira como uma ida ao ginásio
A principal desculpa para não ir ao ginásio é, muitas vezes, o preço da mensalidade.

Para uma grande parte das pessoas, ir ao ginásio não é a atividade mais estimulante do mundo.

Os resultados, por vezes, demoram a aparecer, os primeiros treinos custam bastante e, se não tiver nenhum plano de treino delineado, anda perdido pela sala de ginásio sem saber que máquinas e exercícios deve fazer e o que está ali a fazer.

Por outro lado, sabe-se que as desculpas mais frequentes para desistir ou não frequentar o ginásio com mais regularidade são a falta de tempo, o valor da mensalidade, o facto de ter muita gente, ser longe de casa / trabalho, entre outras.

Para contornar essas questões, os ginásios têm adotado algumas medidas: reduzir o custo das mensalidades, aumentar o número e a variedade de aulas de grupo, promover o treino personalizado, alargar o horário de funcionamento e o tamanho do espaço.

O Solinca desafia-o a trocar hábitos menos saudáveis por uma ida no ginásio por apenas 3,99€ por semana.

Para que não lhe restem desculpas, vamos mostrar-lhe vários alimentos que poderá trocar por uma ida ao ginásio e começar a ficar em forma já hoje.

6 Alimentos que pode trocar por uma ida ao ginásio


1. CERVEJA

cerveja pesa na carteira

Há muito tempo que a cerveja deixou de ser o “vilão” que era antigamente. De facto, os benefícios que estão inerentes a um consumo com moderação são consideráveis.

No entanto, não deixa de ser uma bebida com um valor energético alto devido ao teor de álcool e hidratos de carbono que apresenta, contribuindo para o aumento de peso e para a distensão abdominal.

Além disso, é uma bebida pouco económica, principalmente quando consumida fora e em contexto social.

2. BOLACHAS

bolachas pesam na carteira

Tal como os cereais, a maioria das bolachas tem um teor de gordura e açúcar elevado. Aquelas que são mais equilibradas são, muitas vezes, mais caras.

Neste contexto, o preço médio de um pacote de bolachas de marca com cerca de 500g, ronda os 3€. Substitua este alimento por um pão mistura ou centeio e poupe dinheiro para ir ao ginásio!

3. PIZZAS, LASANHAS, HAMBURGUERES (Supermercado)

pizza pesa na carteira

Além de serem alimentos pouco interessantes do ponto de vista nutricional, uma pizza, lasanha, ou hambúrgueres comprados no supermercado não são baratos. Já para não falar se for comer a um restaurante.

Também as refeições saudáveis se forem compradas já preparadas e confecionadas, terão um preço muito superior do que se forem confecionadas em casa.

Como tal, opte por fazer refeição mais saudáveis, mais rica em legumes e leguminosas e em casa e poupe bastante dinheiro!

4. Refrigerantes

refrigerantes pesam na carteira

Os refrigerantes são bebidas que fornecem as chamadas “calorias vazias”, isto é, o seu valor energético deve-se exclusivamente ao açúcar que possuem.

Como tal, fazem parte do rol de alimentos que não acrescentam nada de positivo à alimentação e que, do ponto de vista económico, também não são baratos.

Neste sentido, restrinja ou pelo menos minimize o consumo de refrigerantes e economize dinheiro para uma semana de ginásio!

5. Gelados

gelados pesam na carteira

Os gelados também fazem parte dos alimentos que pesam na carteira, sem acrescentarem nada de positivo na sua alimentação. São fornecedores primários de açúcar e, em alguns casos, de gordura. Como tal, o seu valor energético é bastante alto.

Por outro lado, e se formos a considerar a questão económica também não ficam nada baratos. Uma embalagem de 500ml de gelado de marca branca pode custar entre 3-4€. Trata-se, por isso, de mais um dos alimentos a não comer em prol de uma ida ao ginásio!

6. Produtos de Charcutaria (chouriço, salpicão, paio…)

enchidos pesam na carteira

Os produtos de charcutaria fornecem muita gordura, principalmente saturada, e sal, sendo ainda elaborados à base de carne processada, a qual é alvo de adição de inúmeros aditivos e conservantes.

Consequentemente, são alimentos de elevada densidade energética e que podem potenciar o aparecimento de diversos problemas de saúde, incluindo doenças cardiovasculares, alguns tipos de cancro, obesidade e diabetes.

Além disso, se tiver em conta o preço destes alimentos vê que também podem pesar bastante na carteira. Com efeito, uma embalagem de 250g de chouriço ou paio pode custar cerca de 3,5€ sendo que, dependendo do tempo de cura e da marca, este valor pode ser bastante superior.

Como tal, e tendo em conta que são alimentos pouco recomendados em termos nutricionais, evite o seu consumo e invista esse valor numa semana de ginásio!

Nota Final


Como estes, outros exemplos poderiam ser dados, nomeadamente a troca de uma saída à noite ou de um jantar fora ou até de um maço de tabaco ou garrafa de vinho por uma semana de ginásio. São pequenos esforços que valerão a pena para a prática de exercício físico!

Veja também:

  • 10 Alimentos que come no verão que podem arruinar 1 mês de treino
  • Plano de treino de regresso de férias – como retomar os treinos
  • Quantos quilómetros tem de correr para gastar o que comeu no verão

Ler mais