Ácido alfa lipóico (ALA): um suplemento para desportistas e muito mais

Um poderoso antioxidante, com semelhanças a uma vitamina, que pode encontrar em alguns alimentos correntes. Fique a conhecer melhor o ácido alfa lipóico.

Ácido alfa lipóico (ALA): um suplemento para desportistas e muito mais
Conheça melhor esta substância.

O ácido alfa lipóico, também conhecido como ALA (sigla do inglês alfa-lipoic acid), é um antioxidante, também conhecido por ser uma substância química semelhante a uma vitamina.

Pode ser encontrado em alguns alimentos, mas também pode ser produzido naturalmente pelo nosso organismo. É fundamental para o nosso corpo, pois é o responsável pela conversão de glicose proveniente dos hidratos de carbono em energia química, o ATP, a fonte energética que necessitamos para podermos realizar qualquer atividade.

Tem-se verificado que esta substancia é cada vez mais utilizada na forma de suplementos que são utilizados por atletas que procuram manter a energia durante a prática de exercício físico. 

Para que é utilizado o ácido alfa lipóico?


1. Diabetes

diabetes e acido alfa lipoico

O ALA é utilizado para a diabetes e para problemas relacionados com a diabetes, incluindo dor, ardor e dormência dos membros superiores e inferiores.

Calcule o seu IMC
Descubra o seu peso ideal e como atingir o seu objetivo! Calcular já.

Existem diversos autores que atualmente tentam comprovar a relação positiva entre o consumo de ALA e o controlo da diabetes, no entanto já há indícios de que a suplementação de ácido alfa lipóico pode reduzir a glicemia.

2. Atenuação de algumas doenças

perda de memoria

Há quem utilize o ácido alfa lipóico para atenuar a perda de memória, fadiga crónica, SIDA, cancro, doenças do fígado e doenças do coração e vasos sanguíneos.

3. Distúrbios relacionados

disturbios da visao

Distúrbios relacionados com os olhos podem ser tratados com esta substância, nomeadamente danos na retina, cataratas, glaucoma e doença de Wilson.

4. Efeitos na pele

reducao das linhas de expressao

O consumo de ácido alfa lipóico duas vezes por dia pode reduzir as linhas e rugas da face. O suplemento também pode auxiliar na redução de marcas resultantes dos efeitos de raios solares.

5. Benefícios no desporto

desporto e acido alfa lipoico

Apesar de apresentar uma basta lista de benefícios para a saúde, o ácido alfa lipóico tem mais popularidade nos praticantes de desporto.

O ácido alfa lipóico ajuda a emagrecer?


reducao de peso e acido alfa lipoico

Existe a ideia de que a suplementação com ácido alfa lipóico pode contribuir para a perda de peso. Alguns estudos afirmam que o consumo de 1800mg desta substancia por dia durante 20 semanas consecutivas pode auxiliar na redução de peso em indivíduos com índice de massa corporal elevado.

Os atletas utilizam o ácido alfa lipóico não só para reduzir a percentagem de gordura, como também para manterem os músculos saudáveis, principalmente no processo de hipertrofia.

O ácido alfa lipóico contribui para a melhor utilização da glicose contida no seu corpo, dessa forma, os exercícios são indispensáveis para queimar as calorias que deseja e utilizar toda a energia produzida.

Onde encontrar ácido alfa lipóico naturalmente?


brocolos e acido alfa lipoico

Muitos alimentos contêm ácido alfa lipóico mas em quantidades muito baixas.

Nesse grupo de alimentos estão inseridos:

Suplementação de ácido alfa lipóico, como fazer?


suplementacao e acido alfa lipoico

A dose adequada de consumo varia entre indivíduos de acordo com as suas necessidades específicas e com os objetivos definidos.

Não há medidas indicadas para uso uma vez que tanto quantidade como a frequência vão depender da dose. Apesar disso, indica-se o consumo de 2 cápsulas nas refeições principais, caso a dose seja 50mg por cápsula.

Contra-indicações do ácido alfa lipóico


gravidez e acido alfa lipoico

1. Problemas de saúde crónicos

Qualquer pessoa que possua um problema de saúde crónico deve evitar o seu consumo em forma de cápsulas, uma vez que pode existir qualquer tipo de interferência.

2. Problemas na tiróide

Pessoas com problemas na tiróide devem igualmente evitar o consumo de ácido alfa lipóico.

3. Grávidas e mulheres a amamentar

Grávidas e mulheres em fase de amamentação devem realizar uma consulta com um profissional competente para o efeito, para saber se pode ou deve consumir esta substancia. A prevenção deve vir sempre em primeiro lugar.

4. Baixos níveis de açúcar no sangue

Se, por norma, apresenta baixos níveis de açúcar no sangue, é importante que faça uma avaliação médica para avaliar as doses consumidas, para que assim não aconteçam hipoglicemias.

5. Sensibilidade ao ALA

Algumas pessoas podem apresentar sensibilidade ao ALA, manifestando-se na pele como uma alergia. O sintoma habitual é a comichão.

Dieta equilibrada e exercício físico


O consumo de ácido alfa lipóico pode ser muito eficiente, mas é importante reconhecer que o mesmo não reagirá sozinho para diminuir a massa gorda ou contribuir para o ganho de massa magra.

É fundamental adotar hábitos alimentares saudáveis, como por exemplo, manter uma dieta rica em nutrientes compatível com os objetivos.

A suplementação deve ser segura e deve favorecer o bom funcionamento do organismo, principalmente porque é uma substancia que se encontra presente em alguns alimentos.

A prática de exercício físico é indispensável na manutenção de um estilo de vida saudável. Se conseguir conjugar uma suplementação responsável, com uma dieta equilibrada e a pratica regular de exercício físico estará a aumentar as probabilidades de sucesso.

Calcule o seu IMC, descubra o seu peso ideal e a melhor forma de atingir os seus objetivos!

Veja também:

Ler mais