14 razões para fazer mais sexo

14 razões para fazer mais sexo

Todos os benefícios para a saúde.

O sexo é objeto de centenas de estudos pelo mundo fora. A conclusão é sempre a mesma: um orgasmo por dia, não sabe o bem que lhe fazia. Nós sabemos.

O sexo é bom e recomenda-se. Se lhe faltam desculpas para fazer o amor, saiba que são muitos os benefícios para a saúde que lhe vão fazer mudar de ideias. Começamos pelo prazer. O que seria da vida sem prazer? Chegava esta desculpa. Mas não, o sexo melhora a autoestima, ilumina a pele, reforça a memória e muito mais. Ora veja.
 

14 Benefícios para a sua saúde

 
1. De manhã é que começa o dia e nós sabemos qual a melhor maneira de despertar: uma rapidinha. Ou lenta. É como quiser. O que importa é que o sexo liberta ocitocina, aquela que é conhecida como a hormona do amor, responsável por nos deixar menos stressados e mais bem-humorados. 
 
2. Sabia que numa hora de sexo queima tantas calorias como em trinta minutos a correr na passadeira? Verdade. Uma pesquisa da Universidade do Quebec concluiu que os homens podem queimar 120 calorias e as mulheres 90. Além disso, uma respiração ofegante aumenta a quantidade de oxigénio nas células.
 
3. Queima calorias e tonifica os músculos! O sexo mexe com músculos que nem dá conta, no final, os músculos pélvicos ficam mais fortes, os quadris e as costas fortalecidos.
 
Não se esqueça:
Quanto mais em forma estiver, melhor será a sua performance. Calcule o seu IMC e comece já a ficar em forma!
 
4. Outro estudo concluiu que pessoas que façam sexo uma ou duas vezes por semana têm mais anticorpos e um sistema imunitário mais forte. Diga adeus a gripes, constipações e outras infeções.
 
5. Se sofre de insónias, não conte carneirinhos. Temos uma solução melhor: um orgasmo. Ou vários. Após o orgasmo, é libertada a hormona prolatina que provoca uma sensação de relaxamento, acalma e dá sono.
 
6. O sexo mantém os níveis de estrogénio e testosterona em valores equilibrados. Quando estas hormonas estão em baixo, há risco de sofrer osteoporose e doenças cardíacas. Com uma vida sexual ativa os ossos ficam mais fortes e o coração mais saudável.
 
7. De acordo com vários estudos, pessoas com uma vida sexual ativa, têm a pressão sanguínea mais baixa e menores picos de pressão em situações de stresse. Estes estudos falam de sexo, não de masturbação.
 
8. Dopamina, endorfina e ocitocina são libertadas durante o ato sexual. Todas estas substâncias baixam os níveis do cortisol, responsável pelo stress, combatem a ansiedade e a depressão. Menos tristeza, pessoas mais felizes.
 
9. Esqueça a habitual desculpa: hoje não, dói-me a cabeça. Está provado, por vários estudos, que o orgasmo alivia dores e que, a estimulação vaginal, reduz dores nas pernas, costas, sintomas de artrites, cólicas menstruais e dores de cabeça.
 
10. Não lhe apetece? Bom, a verdade é que o sexo aumenta a líbido, por isso, quanto mais faz mais quer fazer. Assim, a única forma de inverter a falta de apetite é não faltar aos treinos. Além disto, reforça a cumplicidade do casal. Não vão conseguir largar-se!
 
11. Vários estudos perceberam que os homens que ejaculam com frequência, correm 30% menos riscos de ter cancro da próstata. Isto porque a ejaculação impede a acumulação de substâncias nocivas no sémen. Os estudos falam em vinte e uma ejaculações por mês.
 
12. Um estudo francês descobriu que mulheres com uma vida sexual pouco ativa, têm três vezes mais hipóteses de cancro da mama.
 
13. O sexo previne a disfunção erétil. Como? A ereção mantém o sangue a circular nas artérias e o tecido mantém-se saudável. Há médicos que garantem que, quanto mais praticar, melhor será o desempenho, como um músculo que fica mais forte.
 
14. Mais sexo, mais anos de vida! É fácil perceber a razão, basta somar todos os pontos acima. Músculos mais fortes, mais horas de sono, menos substâncias nocivas dentro do corpo, um coração mais saudável, uma vida mais longa!


 

Veja também:

 

Artigos em destaque